1. MINHA DOCE VIDA TRANS - Lua de Mel Apaixonada


    Encontro: 11/10/2018, Categorias: Femboy Sissy feminização Gays / Homossexual dominação, Heterossexual, Autor: TransTeen, Fonte: CasadosContos

    Quem leu meu primeiro conto sabe que que sou uma menina que nasceu num corpo de menino e que fui iniciada pelo meu pai adotivo ainda bem novinha. Todas as vezes que ficávamos a sós em casa eu e papai transávamos loucamente. Quando eu e minha família assumimos minha condição de garota trans tudo ficou mais fácil. Existe realmente muito preconceito em geral, mas no meio em que vivo até que é pouco. Sou muito namoradeira, tenho muitas amigas mulheres e até alguns amigos héteros. É mais difícil pros meninos assumirem publicamente uma amizade com uma garota trans. Eu compreendo... Meu pai é muito esperto! Ele me contratou como estagiária na empresa dele. A desculpa era de que seria bom me expor socialmente como uma garota transgênero bem amada pela família e bem resolvida. Mas a verdade é que como estagiária eu acompanhava meu pai/chefe em viagens de negócios e tínhamos oportunidade de fazer muito amor. Sempre ficávamos em quartos separados e eu sempre era apresentada como filha, assim ninguém, nem mamãe, desconfiava que de noite rolava uma tremenda putaria. A mais gostosa dessas viagens vou contar agora... Eu já estava tomando hormônios havia pouco mais de um ano e meu corpo estava bem feminino. Bunda, seios, cintura, cabelão… eu estava uma gatinha. Posso afirmar isso pelas cantadas que eu recebia de caras que nem sabiam que eu sou trans. Fora alguns que sabiam e me cantavam também. É que desde os meus 14 anos, quando comecei a usar roupas femininas em público, cultivo um estilo ... tipo “biscatinha safada”. Mamãe e Rebeca me criticam por isso, mas eu adoro chamar a atenção dos rapazes. Era final de outubro, eu tinha 15 anos, logo depois do almoço papai me chamou em sua sala pra contar a novidade… -- Giovanna, sua mãe vai pros estados unidos no mês que vêm e como vocês estarão em férias escolares ela vai convidar você e a Rebeca a viajarem com ela. Claro que sua irmã vai aceitar o convite. Mas você não! A empresa está produzindo um festival de música em Aracaju. É um evento que acontece em dois finais de semana e coincide com a viagem dela. Eu terei que ir nesse projeto e você vai me acompanhar. Vamos ficar 10 dias juntos. Meu deu vontade de cair de boca no pau daquele homem ali mesmo! Que demais! Dez dias juntinho com meu amado papai. Não deu outra… naquela mesma tarde mamãe veio me convidar pra ir com ela e minha irmã pros EUA. Eu inventei uma desculpa qualquer pra recusar. Tive uma semana pra me preparar pra Lua de Mel que teria com o homem por quem eu era apaixonada. Renovei meu arsenal de lingeries sexys, sandálias de salto alto, lindos vestidos de balada e todo tipo de maquiagem e cremes que uma garota vaidosa pode desejar. Como teria praia e piscina é claro que biquínis novos também entraram na mala. Foi difícil segurar a ansiedade nos dias antes da viagem. Todas as vezes que eu tinha um tempinho a sós com meu papi fazia uma gulosa rapidinha. Geralmente era no carro, voltando pra casa do trabalho. Quando íamos sós eu fazia um boquete no pau do meu ...
«1234»