1. Flávia, a mãe de Lúcia deu para mim e para seu genro - A minha estória com Lúcia ( 27° Capítulo )


    Encontro: 11/10/2018, Categorias: Dupla penetração, Anal, ménage, Sogra, Coroa, Grupal, Autor: Lúcia & Jota, Fonte: CasadosContos

    que a pessoa que ele queria conhecer não se assustasse com sua presença. Assim aconteceu, eram pouco mais que as 16:30 quando tocou a campainha da porta. Logo Renato como o combinado foi para o meu quarto esperando ser chamado para conhecer a visita Quando Flávia chegou nunca imaginou que seu genro estava no meu quarto escondido esperando ser chamado para também ele ter o prazer de comer a sogrinha. A coroa estava cheia de tesão, mal chegou foi logo pedindo para eu a beijar. Claro que eu fui logo colocando minha boca na sua, nossas línguas se tocavam sofregamente. Ela com tesão e eu pensando na sua reação quando descobrisse o que a estava esperando. Mas a verdade é que Renato não teve paciência para esperar, e quando olhei para o corredor que vai até ao meu quarto vejo ele olhando para nós dois. Como Flávia estava de costas para o local onde ele estava, não o conseguia ver. Então para ele ter a noção de como a sogra era uma putinha eu comecei a meter minha mão por baixo da saia e acariciando sua buceta mesmo por cima da calcinha. Aí Renato não aguentou mais e veio em nossa direção falando: " Dona Flávia!!!! A senhora aí... Não acredito no que estou vendo. Quem diria hein, a senhora dando para o namorado da sua filha!!!" Flávia ficou em pânico naquela hora, eu a tinha traído. Mas também tinha a certeza que estando ali naquela situação não tinha muito como reclamar. Apenas conseguiu falar para que o genro não falasse nada daquilo para a sua filha. Seria um enorme desgosto ... para ela. Ele claro que concordou, na condição de que ela desse tudo ali para nós. Eu não precisava que ele impusesse essa condição. Flávia estando ali comigo e com seu genro não tinha como escapar. Sugeri nesse caso que fossemos para o meu quarto, lá tinha uma cama enorme onde os três podíamos fazer tudo com mais à vontade. Flávia ainda não se tinha recuperado da situação que estava vivendo ali na minha casa. Mas acabou por ir na nossa frente. Renato me olhou e piscou o olho para mim como sinal de aprovação com o que estava acontecendo. Como para mim comer Flávia já não era novidade deixei seu genro bem à vontade para usar e abusar da gostosa sogrinha, e eu também senti que no trajeto entre a sala e o meu quarto a gostosa já estava a gostar da ideia embora não o quisesse assumir. Seria a primeira vez que dava para dois homens ao mesmo tempo, é isso concerteza se fez sentir na sua mente como um momento único. Então sentando na beira da cama, ele começou uma massagem nela pelos pés e pernas, já fazendo ela deixar algo da timidez de lado e falando muito, visando a a descontrair, que mesmo ainda assim ainda estava visivelmente nervosa. Ao atingir as coxas ele as elogiou, e deteve-se por bastante tempo, percorrendo-as de alto a baixo, tocando por diversas vezes com as mãos na sua xoxota fazendo-a estremecer ligeiramente, sorrindo disfarçadamente para mim. A esta altura já Flávia estava com o tesão a mil! Renato já foi abrindo sua blusa, expondo os belos peitos, ficando com o rosto ...
«1234...7»