1. Garota Atrevida pt 19


    Encontro: 11/10/2018, Categorias: Lésbicas, Lésbicas, Gays / Homossexual, Autor: Bella, Fonte: CasadosContos

    Ainda estava abraçada com a Raquel quando a Bia entra no quarto com uma morena de pele bronzeada e olhos azuis com o corpo perfeito (dizer que ela é gostosa seria o eufemismo do século). Bia – Oi Bellinha. É tão bom ver que vocês se acertaram. Essa aqui é a Tenente Iasmim. Iasmim – Oi Raquel. É um prazer finalmente conhecê-la Senhorita Isabella. Eu – O prazer é todo meu. Mas por favor, me chame de Isa. Bem eu vou direto ao ponto, já tem um tempo que eu descobri que a Raquel estava recebendo ameaças e que o autor das cartas era o Pedro. Entretanto eu suspeitava que houvesse outra pessoa por trás das ameaças então eu fui confrontar o Pedro e ele acabou me contando toda a verdade. Iasmim- Meu Deus garota, você sabe o perigo que você correu ao fazer isso? Eu – Tenente, por favor, deixe-me terminar de falar. Após ter me contado tudo, o meu cunhado me confessou que estava fazendo isso por que não queria que a irmã se machucasse. Ele tinha medo de que se ele negasse fazer o que o pai mandava, o mesmo podia contratar alguém realmente perigoso para fazer o trabalho. Então eu liguei para um ex-policial amigo da familia e pedi a ajuda dele. O filho desse ex-policial juntamente com o meu cunhado colocaram escutas na casa, no escritório e no carro do meu sogro e o monitoravam o tempo todo. Eu paro de falar e vejo que todas as meninas me olham abismadas, o que elas não sabem é que meu pai era um advogado criminalista e por muitas vezes defendeu algumas pessoas perigosas, por conta disso ... eu tive que andar com seguranças a minha infância toda e parte da adolescência e eles me ensinaram algumas coisas uteis. Eu – Um dia antes do acidente meu sogro descobriu que eu e a Raquel ainda namorávamos e o Pedro me ligou dizendo que minha vida estava em perigo, por isso, eu achei prudente terminar com a Raquel antes de viajar, mas pelo visto foi tarde demais. Meu carro já havia sido sabotado e eu sofri o acidente. Em casa eu tenho um pen drive que contém as gravações da casa do meu sogro e as ligações que ele fez. Incluindo a que ele manda sabotarem meu carro. Iasmim- Você sabe que grampear telefone, por escutas na casa e carro de alguém sem mandato judicial é crime né? Eu- Você acha mesmo que eu me importaria com isso. Mas meu padrinho é advogado e não me deixaria fazer nada contra a lei. Eu preciso dizer que não foi nada difícil conseguir a autorização do Juiz. Há sempre alguns favores a serem cobrados. Raquel – Meu Deus. Tem certeza que você é humana Isabella. – Ela está chocada. Sei que sou fria e calculista, mas sou muito mais inteligente do que pensam. Iasmim- Quando você terá alta? Eu- Ainda hoje. Iasmim- Ótimo. Se não for incômodo eu ficarei aqui até o doutor te liberar e irei pessoalmente buscar o pen drive na sua casa. Eu- Fique a vontade. Amor será que você poderia ir comprar um suco natural pra mim naquela lanchonete do outro lado da rua? Raquel – Claro amor. O de sempre? Eu faço que sim e a tenente se oferece para acompanha-la. Isso era o que eu planejava. ...
«123»