1. O ELETRICISTA TREPANDO COM UM CASAL APAIXONADO DE MEIA IDADE - PARTE 01


    Encontro: 10/10/2018, Categorias: Traição / Corno, Autor: parrudinhocontador, Fonte: ContoErotico

    Olá! Como quem acompanha os meus contos já sabe, eu sou uma pessoa real, casado, mas que aqui e no Blog "Contos de Banana" eu me identifico por por Mr. Banana, tenho 34 anos, moro em São Paulo, mas adoro contar histórias reais (Sempre reais) de amigos e gente safada como eu que adora sexo.Hoje vou contar uma das várias safadezas que Marcinho (nome fictício), eletricista de Embu das Artes (pela área) me contou. Ele é casado, um pouco mais de 30 anos, cerca de 167m e 70kg, branco, mas adora um sexo gostoso, com ou sem sua esposa.PS: Nomes de pessoas são fictícios, nome de lugares são de lugares próximos ao lugar real, mas tudo trocado.Um dia, eu, Marcinho, recebi uma ligação de um Senhor que estava precisando dos meus serviços de eletricista, o cara morava numa cidade do ABC paulista, São Bernardo do Campo. Trabalhava em São Paulo - SP. Disse que o atendia sim, mas estranhei porque ele não procurou um eletricista que morasse mais perto. Mas aceitei o serviço, que também estranhamente teria que ser executado num sábado a tarde. Mas aceitei devido a ser um bom valor.No sábado seguinte então fui para São Bernardo executar o serviço, chegando lá fui recebido por um cara de mais ou menos 40 anos, branco, 175m e uns 75kg, bonito e simpático, que vou chama-lo de Carlos, ele numa casa bem confortável, Entramos. e na sala estava a esposa, Lucia, uma mulher bonita, loira, roupas apertadas e muito gostosa. Fomos então a cozinha para ver o problema, segundo ele um vazamento na pia, que ... quando vi, não era nada demais, estranhei mais uma vez e comecei o concerto. Nisso, Seu Carlos começa a conversar comigo, pergunta se não quero tirar a camisa, eu disse que não que era um trabalho rápido, e ele disse logo que era uma pena, que eu poderia ficar um pouco mais, mais uma vez estranhei, mas segui, ele disse então que iria tomar um banho, mas pra entregar logo o jogo tirou a roupa ali no meio da cozinha. Tirou a roupa ficando só de cueca. Perguntou se eu me importava e eu disse que não, que a casa era dele e que ele podia ficar a vontade. Ele sem conversa, virou a bunda pra mim e me perguntou se eu gostava, disse que sim, então ele pediu pra eu ir e eu me levantei e fui. Acreditei naquele momento que iria comer o casal, e que aquilo era realmente uma transa e não um concerto. Isso já tinha me acontecido.COMEÇOU A FESTA!Quando eu me levantei, ele pulou direto na minha calça, abriu meu ziper e caiu de boca na minha pica, num tava legal, tinha vindo da rua, não tinha tomado banho, mas aquele cheiro de suor parecia enlouquecer aquele cara, ele dizia que era cheiro de macho trabalhador, chupava muito e o "bicha" deu sinal de vida, ficou dura de verdade. Estranhamente a esposa dele estava na sala, mas não vinha, eu comecei a pensar que o cara era louca, em fazer aquilo escondido dela com ela em casa. mas, depois de muito chupar, ele deitou na mesa da cozinha e me pediu pra come-lo de frango assado. Ele abriu as pernas e eu comecei a meter naquele cu delicioso quando ele ...
«12»