1. DUPLA SURPRESA - PARTE UM


    Encontro: 09/10/2018, Categorias: Dominação, Inversão, Anal, Oral, Grupal, Autor: O BEM AMADO, Fonte: CasadosContos

    O que vou narrar aqui pode parecer insólito, e se alguém contasse para mim, dificilmente eu acreditaria, mas deixo para que você ponderem o que acharem melhor. Tudo começou há, mais ou menos, um ano e meio atrás; era um domingo de dezembro, e eu fazia minha corrida habitual em uma grande avenida próxima de onde moro; aos domingos, parte dessa avenida fica interrompida por conta de uma feira livre, mas, sua continuação é livre e tranquila, já que o número de veículos diminui sensivelmente. Eu estava já na parte final do meu circuito quando avistei uma linda mulher caminhando um pouco mais a frente; minha visão permitia apenas uma avaliação preliminar: baixinha (entre um metro e meio e um e cinquenta e cinco), corpo médio, com uma bundinha pouco acima do padrão para sua anatomia, cabelos tingidos de louro amarelado; usava uma calça colante de malha vermelha e uma camiseta regata de cor amarela. De imediato, meus sentidos despertaram um enorme interesse em conhecer o restante desse visual atraente; embora já no limite do meu desempenho, acelerei o passo com o fim de ultrapassá-la, apreciando seu rosto. Quando passei por ela, senti um delicioso cheiro de perfume adocicado que encheu minhas narinas e explodiu no meio das minhas pernas. Foi então que eu inverti a corrida (correndo de costas) e pude vislumbrar o restante do conjunto da obra: parecia ser uma mulher com idade entre cinquenta e cinco e sessenta anos, mas seu corpo não exprimia tal idade; ela não tinha barriga e os ... peitos proeminentes, mas sem excessos, erguiam-se com uma firmeza intrigante por dentro da camiseta. Sorrimos um para o outro, e eu prossegui na corrida; já no final do circuito e bem a frente dela, diminui a aceleração, até que estivesse caminhando e fiz o retorno, indo ao encontro dela; quando a vi novamente, ela estava descansando, com as sacolas de compras arriadas no chão e as mãos na cintura. Vi que se tratava de uma oportunidade perfeita! Aproximei-me com cuidado e depois de cumprimentá-la, ofereci-me para carregar as suas sacolas; ela resistiu um pouco, mas, ante a minha insistência, acabou cedendo. Fomos conversando até o seu carro que estava estacionado do outro lado da avenida. Ela destravou o carro e eu coloquei as sacolas sobre o banco traseiro, iniciando a seguinte conversa. -Muito obrigado, viu! – ela disse com um sorriso largo e sincero – Embora eu faça academia três vezes por semana, esse calor está de matar! -Ah, entendi! – comentei com sorrisos – É por isso que você é tão linda e gostosa! Faz academia para ficar ainda mais, não é verdade? -Ah, imagina! – ela respondeu meio sem jeito – Gentileza sua …, mas, não me acho tão assim desse jeito que você descreveu … -Não se esqueça que a beleza está nos olhos de quem vê! – ponderei interrompendo-a sem excessos. -Bom, muito obrigado, viu, mas preciso ir – ela agradeceu enquanto entrava no carro. -Será isso uma despedida? – questionei em tom de provocação – Então não vamos mais nos ver? -Eu venho à feira, todos os ...
«1234...»