1. Puta japonesa dos colegas do Mackenzie do centro de São Paulo


    Encontro: 08/10/2018, Categorias: oriental, Humilhação, Perseguição, Japonesa, Chantagem, Noiva, Traição / Corno, Puta, Orgia, Grupal, Autor: Claudia Japonesa, Fonte: CasadosContos

    Oi pessoal, como estão? Meu nome é Claudia, sou uma oriental de 26 anos, seios e bumbum pequeno, pele bem branca, cabelo liso até um pouco abaixo dos ombros. Fiz luzes da cor rosa, para deixar do tipo “anime”, do jeito que a molecada gosta. Eu estava em um novo relacionamento com um rapaz chamado Edgard, um amor. Ele tinha total confiança em mim e me dava também uma liberdade que não é comum em muitos homens. A minha história se passa no Mackenzie. Era meu 2º ano lá, quando comecei a fazer parte de um grupo para os trabalhos do curso. O grupo era Eu, Juliana, Claudio, Jonas, Raimundo e Julio. Todos entre 25 até 29 anos. Estava com meus colegas fazendo os trabalhos juntos desde o 1º semestre. Sempre um fazendo o trabalho na casa do outro. Nossa amizade era muito forte. No final do 1º semestre, decidimos ir fazer um trabalho na casa do Claudio. Ele mora em Vinhedo, mas costuma se hospedar na casa da tia durante a semana por causa do curso e trabalho. Faríamos o ultimo trabalho antes das férias. Ficaríamos hospedados da sexta à noite até quarta feira, menos Claudio que entraria de férias e ficaria direto. Eu também estaria de férias, e vi uma oportunidade boa de ficar alguns dias. Pensei até em convidar meu noivo, mas este não poderia ir, pois trabalha em uma despachante aduaneira e estaria alguns dias no porto de Santos, ficaríamos pelo menos aquele final de semana sem nos vermos. O pessoal ficou chateado, pois eram todos muito amigos do meu noivo. Então chegou o dia, Jonas ... tinha uma Van que pegou emprestada do pai para levar todo mundo. Ele veio junto do Claudio, Jonas e Raimundo para me pegarem na Brigadeiro Luiz Antônio, o ponto que combinamos. Juliana não poderia ir, ela sofreu muita pressão dos pais que não queriam que ela dormisse fora. A viagem foi tranqüila, chegamos à casa do Claudio por volta de meia noite. Ele morava sozinho, herdou a casa dos pais que morreram em um acidente de carro. Descemos todos e fomos pegar nossas bagagens. Antes de subir com a minha apreciei o lugar, muros altos de tijolos, uma piscina maravilhosa e um jardim com forno de pizza e churrasqueira. Eu estava louca para curtir a piscina, apesar do horário, estava um calor de lascar, a cidade era muito quente. Depois de tomar uma ducha, desci direto para a piscina. Estava usando um biquíni branco, com algumas imagens de flores amarelas. Não nego que era algo de certo ponto infantil, mas era algo que caia muito bem para uma oriental. -Ei, disse Claudio. - Não acha que está muito apressada. Eu disse: - Estou torrando, meu corpo está queimando, preciso de um banho agora. Fui para a piscina. Saltei na água sentindo aquela água fria cobrindo todo o meu corpo. Que delícia aquela piscina, aquela lua. Tudo. Em uma das cadeiras sentou o Jonas, ele era filho de pais indianos, apesar de não seguir nada do que os pais acreditavam. Começamos a conversar, ele elogiava o modo que nadava, meu biquíni e especialmente meu cabelo, ele achava a coisa mais linda o cabelo oriental molhado. ...
«1234...14»