1. Um é pouco, dois é bom, três é melhor ainda.


    Encontro: 17/08/2018, Categorias: Grupal, Autor: Cecis, Fonte: ContoEroticoComBr

    Oi, meu nome é Ceci, vou contar a vocês o dia em que perdi o cabaço do meu cú com uma DP incrível. Tenho 23 anos, 1,74 m, 65 kg, cabelos pretos longos, tenho um corpo bem brasileiro, bunda grande, pernas grossas e boca carnuda . Estava viajando com um amigo chamado Pedro, mais velho q eu super atraente, branco forte, costas largas e uma mão que quando me tocava já me deixava e êxtase com a bucetinha piscando de prazer, ele sabia bem o que fazer. Fomos um dia mais cedo do que todos para poder aproveitar a casa livre, na estrada quase chegando à cidadezinha decidi começar a beber e depois de algumas doses já estava tarada, sem querer esperar comecei ali mesmo, com ele dirigindo, fui acariciando seu pau por cima da roupa e ele rapidinho já foi abrindo a bermuda e colocou aquele cacete delicioso para fora, cai de boca e senti crescendo aos pouco, em segundos aquele pau enorme e duro já estava na minha garganta, a cada chupada minha ele ate perdia o controle do carro, em pouco tempo já estava sentindo aquele jato quente e delicioso enchendo a minha boca, engoli aquela porra deliciosa e deixei o cacete dele limpinho. Não via a hora de chegar na casa, minha bucetinha já doía de tanto tesão. Antes de chegar ele ficou falando que queria comer meu cuzinho, ainda virgem, e eu desconversava porque o pau dele era muito grande e eu tinha medo de não aguentar. Enfim chegamos na casa e quando eu abri a porta com as malas na mão tomei um susto tinha um homem lindo forte e pelado na minha ... frente, consegui ver seu pau e aquela imagem não saia da minha cabeça. Era o irmão do Pedro, Caio q não era bobo notou que direto eu olhava na direção do pacote do Caio, quando guardamos tudo Caio nos entregou uma taça de vinho e fomos conversar e é claro q a conversa foi pro lado sexual, Pedro toda hora me tocava de forma indecente e meu tesão foi só subindo, Caio falou que eu era muito gostosa e queria me fuder, pedindo desculpas para o irmão pelo comentário. Pedro muito safado já foi me tocando e percebeu q por mim tudo bem, e já foi tirando minha blusa, Caio era um tesão claro q eu não reclamei, e veio me tocando e chupando meus mamilos que já estavam duros já tinha tempo com todo aquele papo . – Irmãozinho aproveita q essa mulher é muito gostosa, quero ver você fudendo ela hoje. Não é meu bem você gosta não é? – Disse Pedro já tirando meu shortinho. Eu adorei aquilo tudo e quando Caio tirou a roupa e vi q era de família, que pau enorme, ainda maior q do Pedro, cai de boca na hora minha mão nem fechava e assim q senti a língua do Pedro na minha bucetinha chupe Caio com mais vontade ainda. Gozei muito rápido e minhas pernas ficaram bambas nem conseguia ficar de pé. Caio deitou no sofá e eu sentei devagar naquele cacete gigante, sentia entrar devagar quase me rasgando, doía um pouco, mas logo relaxei e galopava com tudo e sentia aquele pau indo fundo, minha bunda estava pra cima e de repente Pedro veio com tudo e com força enfiou todo o seu pau no meu cuzinho agora não mais ...
«12»