1. Só As Cadelas São Felizes I (Por Fernanda)


    Encontro: 07/08/2018, Categorias: Com Fotos, Zoofilia, Autor: adrianosacana, Fonte: ContoEroticoComBr

    Só As Cadelas São Felizes I (Por Fernanda) Olá maravilhosos e maravilhosas delícias dos contos eróticos. Meu nome é Fernanda, sou psicóloga, tenho 32 anos, sou loira e gostosa, resumindo, tenho seios gostosos e grandes, uma bunda empinadinha linda e uma xana volumosa, daquelas que marcam a rachinha na academia, Rs… tenho coxas bem grossas, sou baixinha, 1,60 e 55 Kg. Vou contar para vocês uma descoberta fascinante que tem me deixado muito mais tesuda nesse ultimo ano. Fui casada por 10 anos e me separei por uma traição, peguei ele com a boca na botija. Pelo meu modo de falar, vocês devem estar pensando que eu sou uma piranha, traia também, etc. Mas não é nada disso. Na verdade, fui fiel esse tempo todo, inclusive durante o namoro. Mas ele vacilou e perdeu feio. Na separação, eu fiquei com a casa, e certa noite escutei um barulho no meu quintal, acordei assustada e quando acendi a luz, vi dois pivetes assustados pulando o muro. Isso me deixou péssima, pois moro sozinha e sabe-se lá o que esses caras andam fazendo hoje. Pensei em alarmes, armas, um monte de coisas, mas por sorte aconteceu de eu encontrar uma amiga dos tempos de colégio, a Vânia, ela fez veterinária e é uma senhora cachorra, tem 30 anos e nem sei como descrever bem, (as fotos do conto parecem muito com ela), é bem magra, tem 1,80 em seus 60 Kg muito bem distribuídos, um tesão de mulher, morena queimada de sol e solteira convicta (já devem imaginar o motivo, Rs). Ela me sugeriu comprar um cachorro, assim meteria ... medo em qualquer vagabundo que tentasse invadir nossa casa, e também, pela minha solidão, isso me ajudaria. Fiquei na duvida entre um Rottweiler e um Dobermann, ela acabou me convencendo pela segunda opção, e eu comprei meu amado bichinho em um criador também indicado por ela. Dei o nome de Tobi, uma graça de cachorro. Coloquei ele em um treinador, era lindo ver o bichinho crescer e ser meu amigo e companheiro, até certo tamanho ele dormia comigo na cama, depois foi fazer seu papel de cão de guarda, no que foi muito eficiente. O ponto bom disso foi que eu sempre levava ele na Vânia, ela cuidou muito bem dele e sempre me ligava, acabamos ficando amigas, abro aqui um parêntese para falar de mim, sou aberta com relação a sexo, fumo meus baseados e bebo regularmente, não sou muito santa, mas de qualquer forma não posso me categorizar como uma vadia qualquer, e eu e a Vânia acabamos nos reaproximando, ela ia na minha casa sempre, bebíamos e fumávamos quase que todo fim de semana, íamos a praia juntas, shopping, ia na sua casa, tomávamos banho na piscina juntas, e isso foi me dando saudades dela, me fazendo analisar se não estávamos procurando sarna para coçar. Por outro lado, não dava sorte com homens, até parar de tentar alguma coisa séria, hoje eles só querem parquinho de diversão, então vamos dar a eles os parquinhos, Rs… Em um certo fim de semana, ela teve que viajar para o seu sitio, e eu não fui pois estariam lá seus familiares, achei melhor não entrar no circuito e não me ...
«1234...8»