1. Experiência de Incesto


    Encontro: 29/01/2018, Categorias: Incesto, Autor: Ale Incesto, Fonte: ContoEroticoComBr

    Eu tinha 12 anos quando tive minha primeira experiência de incesto, era moleque e nem sabia o que era incesto. Na época meus pais estavam separados e peguei minha mãe com um namorado. Esqueceram a porta aberta e peguei a coroa gemendo, com o macho montado em cima dela, naquele vai e vem, pedindo mais e rebolando com a pica do cara atolada, foi um tesão ver minha mãe daquele jeito, mas quando ela percebeu que eu estava olhando, pense numa mulher brava, ficou quase um mês sem olhar na minha cara. Nunca pensei que fosse ver aquilo novamente, usava muito o chat do site terra e teclava com homens de todo Brasil, mandava fotos da coroa e cortava as partes que poderiam identifica-la, mas só tive coragem de oferecer minha mãe a um macho quando já estava na faculdade. O sujeito era carioca e insistente, trocamos whatssapp, conversamos algumas vezes, mas nunca combinamos nada afinal era longe demais pra acontecer alguma coisa. Engano meu…pra minha sorte. (rs) Marcio disse apenas que era um pequeno empresário, mas empresa dele era uma empreiteira de mão de obra e a construtora onde eu trabalhava por coincidência tinha parceria com empreiteira dele. Estávamos nas etapas finais da construção de prédio de escritórios e meu chefe que fez questão de trazer a empreiteira de Marcio para reforçar a equipe de instalações. No dia em que ele veio ao canteiro de obras, meu chefe nos apresentou, mas não o reconheci, ele me encarava o tempo todo, sorrindo muito. Pensei até que ele fosse viado ...
    Marcio era um coroa, alto, olhos claros, um pouco acima do peso na faixa dos cinquenta e casado. No fim da tarde quando acendi o meu cigarro, lá estava ele fumando feito uma chaminé, o cara me chamou de canto e logo entendi porque ele tanto me encarava. Eu não sabia o que fazer, fomos conversar no carro dele e como me deu tesão ouvir o macho falar da vontade que tinha de comer minha mãe. Não teve jeito de pipocar, eu tive medo dele abrir a boca e assim que cheguei em casa tratei de fazer minha mãe beber naquela noite, a coroa não dispensa uma caipirosca. Ele esperava meu sinal e por volta das 20:00 minha mãe já ria a toa, era a hora certa para chamar o macho. Minha mãe o recebeu sem saber de nada e ele foi fazendo ela beber ainda mais, deixei minha mãe sozinha com ele com uma desculpa qualquer e do jeito que ela tava não precisei ser muito criativo. Nesse momento, o macho não perdeu tempo foi pra cima da minha mãe, num amassa, amassa em cima do sofá e a coroa não resistiu não foi logo se abrindo toda, que delicia ver o cara arrancando a calcinha dela, deixando ela sem roupa, lambendo ela toda. Minha mãe queria ir para o quarto, mas meu amigão sabia que eu estava ali assistindo tudo, cheio de vontade de ver a coroa sendo possuída e colocou minha mãe pra chupar pau e como chupava com vontade, engolindo aquela tora quase toda, fazendo o parceirão gemer…que delicia de boquete. Minha mãe pedia rola, enquanto o macho lambia o rabo dela…a coroa ficou com o rabão pra cima balançando, ...
«12»