1. uma rapidinha com meu ex aluno


    Encontro: 27/02/2019, Categorias: Traição / Corno, Heterossexual, Autor: estrelaperdida, Fonte: CasadosContos

    Olá pessoal,tenho dois contos publicados e tinha resolvido parar de escrever ...mas ,ele insistiu tanto e aqui estou novamente . Marcos quando foi meu aluno , só tinha 11 anos . Um garoto amoroso e muito apegado a mim Passaram_se alguns anos e um dia Marcos veio me visitar , pois tinha ido morar em outra cidade . Falou que ia casar e relembramos algumas passagens do tempo que fui sua professora . Ano passado , ele retorna e vem me ver novamente . Já não tava mais casado e iria ficar um tempo com a mãe , pois tinha que se preparar para prestar concurso público . Nos despedimos , passei meu whatsapp , e me perguntou se poderia vir mais vezes ,já que estaria um bom tempo por aqui Acho que ele pensou que meu marido não fosse gostar dele vir em casa em outras ocasiões . Depois dessa visita , passamos a nos falar com frequência pelo "zap ". AS conversas giravam em torno dos estudos dele para o concurso , nada de mais ...era professora pra lá , professora pra cá ,Pois era assim que ele me tratava mesmo passados vinte anos Outro dia conversando com ele pelo celular , comentei que estava morrendo de calor e com vontade de tomar uma gelada . Ele disse : já que seu marido está viajando , vou ai tomar um copinho com você . Pensei até que ele estivesse brincando ...veio voando rsrs No terceiro copo , resolvi parar e ele chiou : vai parar por que professora ? _Meu filho já estou velha (48 anos ) não quero ficar bêbada _(30 anos ) velha nada pró , você ainda tá uma gata _ Só diz isso ...
    porque sou sua professora preferida rsrs demos o papo e as cervejas por encerrados e ele foi embora A noite Marcos me chama no "zap " e vai logo dizendo : olha não foi porque eu estava bebendo que te disse que tú é gata . Sempre te achei . Tentei cortar aquela conversa , pois ainda lembrava dele como meu menininho de 11 anos no ensino fundamental 1 Mas ele estava determinado a mim convencer do contrario . Argumentou que me via como mulher e não mais como sua ex professora e que agora era um homem . Nas conversas que dali se seguiram , o papo foi ficando cada dia mais pessoal e ele não me chamava mais de professora e sim pelo meu nome . Outro dia ao chegar em casa vindo do banco ,o encontro em altos papos com meu marido . Ao me ver foi logo me cumprimentando e dizendo com a cara mais lisa rsrs estava passando por perto e vir dá um oi pro seu marido .Meu marido inocente disse pra ele que sentia muito ,mais já estava de volta pro trabalho e ainda acrescentou ; apareça ai outro dia pra continuarmos a conversa (sabe de nada o inocente ). Bem , se as conversas entre a gente já andavam quentes , coisa foi depois que ele leu os contos que escrevi ...não perdia a oportunidade de dizer que tava doido pra me comer rsrs Como a ocasião faz o ladrão , não demorou muito para que eu ficasse sozinha em casa . Juro que eu só tinha em mente tirar um sarro , uns amasso . Liguei : oi Marcos estou só em casa , você não quer vir aqui ? mas fui logo explicando que tinha pouco tempo , pois marido e filha ...
«123»