1. Uma mulher casada - 04 descobrindo o prazer anal


    Encontro: 27/02/2019, Categorias: Traição / Corno, Autor: djbarreto7, Fonte: ContoErotico

    viu estrelas mas saber que realizou um desejo de seu macho a vez voltar a si e começar a sentir a dor passar a virar prazer. ela gozou tanto que esqueceu da hora. quando João gozou só deu tempo eles se vestirem e ela sair do quarto de João.Ela saiu andando estranho pois o anus doía muito. Já no quintal ela percebe que o marido está entrando em casa e sem saída dá um grito e senta no chão. João a observava da janela e correu como se estivesse ajudando ela (porem rindo muito por dentro).Ao ouvir o grito Pedro correu para o quintal onde os dois se encontravam e perguntou o que aconteceu ao que ela respondeu com a cara mais sínica:- Amor, eu fui levar um copo de suco para seu primo e na volta passou um bicho correndo e eu me assustei e caí. dai o João me ajudou a levantar.Pedro na inocencia acreditou na esposa, a desculpa da queda seviu para justificar ela está andando de um jeito estranho.Eles eram insaciáveis, quando tinham uma oportunidade transavam de todas as formas e quando não dava para transar, Laurinha se masturbava assistindo filmes pornôs e os que mais lhe chamavam atenção eram os filmes com lésbicas.Laurinha era fascinada pela rola do primo do seu marido, mas se sentia cada vez mais atraída por filmes com mulheres.A ideia de ser chupada por uma menina começou a fazer parte dos seus pensamentos enquanto ela se masturbava. Seu marido nada percebia, até que ele chegou em casa eLaurinha estava nua, debaixo do edredom. Para disfarçar, Laurinha chamou o marido para se ...
    deitar junto dela, ele tirou suas roupas rapidamente esse juntou a sua esposa que estava cheia de planos.Quando Pedro deitou e se cobriu ela puxou as cobertas e revelou seu corpo nú. Voou pra cima do marido e puxou sua cueca deixando seu pau livre para que a sua boca o abocanhasse.Laurinha meteu a rola na boca e começou a chupar como uma vadia, Pedro estranhou mas estava sentindo um prazer absurdo, Laurinha nunca tinha lhe aplicado um boquete daquela forma.- Vai amor, chupa assim. Tô quase gozando.- Se gozar rápido eu te mato.Laurinha subiu com a boca pela sua barriga, beijou todo seu corpo e foi ate a sua boca, Pedro pareceu desconfortável com a ideia de beijar uma boca que havia chupado seu próprio pau.Laurinha segurou seu rosto e voltou a beija-lo enquanto lhe batia uma punheta.- Me come de quatro. Me fode Pedro!Pedro estranhou essa versão da esposa mas obedeceu. Colocou Laurinha de quatro e foi metendo a rola na sua boceta.- Ai não, quero atrás.- Atrás? Você nunca deixou!!!- Me come Pedro.Pedro nem discutiu. Colocou a ponta da sua pica no rabinho e começou a meter, o pau foi entrando fácil já que a rola do primo era bem maior e mais grossa e já tinha feito uns estragos ali.Enquanto Pedro socava Laurinha lembrava de João, seu amante, sentia prazer com um pensando em outro, fechou os olhos e pediu que o marido acelerasse as estocadas até que sentiu o gozo chegando, gemeu alto na esperança que João ouvisse e em seguida sentiu o pau do marido explodir num gozo farto.Depois da ...