1. Foda no Carro Novo


    Encontro: 27/02/2019, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: neivaleo, Fonte: ContoErotico

    gente ir pro banco de trás.Reclinei os encostos dos bancos, sentei e segurei o pau pra cima, e Vítor voltou a me chupar. Forçava a cabeça dele pra baixo e ele colocava todo meu pau na boca. Depois de alguns minutos, disse que queria ver ele cavalgando, e catei uma camisinha da minha bermuda e encapei meu pau. Aproveitamos que seu rabinho estava bastante lambuzado após minhas lambidas e quase que de uma vez meu pau entrou dentro daquele rabo quente e gostoso. Vítor deu um grito e me agarrou com força, piscando o cuzinho com meu pau todo dentro dele.- Puta que pariu, entrou muito gostoso! - ele gritou - Quase gozei!Antes que eu pudesse fazer alguma coisa Vítor segurou o encosto do banco traseiro e pôs-se a cavalgar violentamente, sua bunda batendo com força no meu saco e nas pernas, fazendo barulho e espalhando suor por todo o banco. A cada escotada ele gemia alto, e me encarava quase súplice, cheio de tesão no olhar. Eu segurava e apertava sua bunda e ele alternava seus gemidos com beijos. Depois de uns minutos foi aumentando a velocidade da cavalgada, e suor jorrava de nós. Os vidros estavam totalmente embaçados, e eu sentia o carro se mexendo com a sentada furiosa que Vítor dava no meu cacete.Mandei Vítor sair de cima de mim e o ajeitei da melhor maneira que pude pra ele ficar de quatro. Me posicionei por trás dele e ele empinou o bundão pra mim. Apontei meu cacete naquele buraquinho rosado e entrou todo de uma vez. Comecei a bombar com força, e Vitor voltou a gemer, ...
    descontrolado. Batia em sua bunda, puxava seu cabelo, e dava tapas no seu rosto, e ele pedia mais.- Sua putinha! - eu dizia, enquanto o fodia, dando estocadas no seu rabo.- Mete mais, meu macho. - ele dizia. - Me faz gozar gostoso. Me fode mais..Sua voz chega estava melosa... Vítor jogava a cabeça pra trás, revirava os olhos enquanto eu o fodia com força, e eu estava adorando aquele putinho safado totalmente entregue pra mim. Enquanto o fodia beijava suas costas, o apertava, nosso suor se misturava... PAssei a mão por sua virilha e via que seu pau jorrava pré gozo de tesão. Aproveitei pra estimulá-lo mais e mais, e apertava sua bunda. Comecei a tirar todo o pau de dentro e colocar de volta todo de uma vez, com força. Tirava todo e botava de volta. Vítor gemia alto, e me olhava por cima do ombro, os olhos arregalados.- Tá me deixando todo aberto... - ele disse, em voz baixa.- E vai ficar mais ainda. - respondi, tirando o pau do rabo dele.Fiz ele se deitar no encosto do banco da frente, e coloquei ele de frango assado. Abri bem aquele cuzão e dei uma cusparada, e Vítor gemeu, dizendo "delícia!". Meti o pau com força naquele cuzão quentinho e recomecei a bombar, jogando meu quadril com força de encontro com o corpo de Vítor. Meu negão gemia, os olhos cheios de tesão. Nosso suor respingava no carro todo. Enquanto metia, apertava os mamilos de Vítor com uma mão e com a outra dava uns tapas na cara daquele safado. Vítor disse que não ia mais aguentar e pediu pra eu gozar com ele. Segurei ...