1. Meu filho é gay! (07)


    Encontro: 31/08/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: Demitri, Fonte: CasadosContos

    Oi meus amores desculpa por esta sumido, tentarei postar o conto toda Sexta, Sábado e Domingo. Bjss Diogo começou a dar em cima da garçonete, Víctor riu um pouco, Rodrigo não entendeu o motivo. - O que vocês vão querer? – Perguntou Bianca em um tom não muito estranho para Rodrigo. -Você! – Responde Diogo. -Estou trabalhando, não gosto de receber cantadas baratas aqui. -Perdoe-me senhorita, nesse caso, vou lhe procurar fora aqui! - Rodrigo, seu avô é hetero? -perguntou baixo no ouvido de Rodrigo. -Porque, quer ele? -Nos, apesar de ser um senhor bonitinho, mas não, responde. -E super homofônico. -Dessa vez Víctor riu alto. -Que foi? -Bianca e travestir-Rodrigo dez cara de surpreso e depois riu junto. -Não acredito. -Porque vocês dois estão rindo? -Perguntou Diogo os encarando. -Nada!- Respondeu Rodrigo fazendo cara de sério, eles pediram o café da manhã e Bianca saiu. -Acho que ela gostou de mim ! – tanto Víctor quanto Rodrigo concordaram mexendo a cabeça. -Com certeza , vai que e sua tigrão. Enquanto isso, Cauã levou Nando até uma sala na parte de trás do restaurante, mandou ele sentar na mesa e começou a mexer nas garrafas de vinho. -Aceita uma taça? -perguntou virado de costas -So uma. Cauã pegou uma garrafa e duas taxas, onde colocou o vinho e sentou ao lado dele. -Porque vieram para Prata? -Me filho está com problemas, então decidi trazer ele para essa cidade, com certeza aqui Rodrigo vai melhorar, meu pai nasceu nesse lugar e sempre falou do quão maravilhoso e a cidade. ... -Eu sei como é difícil cuidar de crianças.... -Te filhos? -Não, mas tive que cuidar do meu irmão desde de pequeno, minha mãe morreu cedo e papai fugiu para se aventurar no mundo. -Realmente e uma tarefa muito cansativa, estou quase louco com Rodrigo. -Posso ver, você precisa relaxar.... -Caua se levantou, foi para trás dele e começou a massagear os ombros de Nando. -Prata e uma cidade onde cuidamos uns dos outros, para que todos estejam tranquilos e bem acomodados. – Nando estranhou no começo, mas além de lindo Cauã tinha mãos mágicas, pois ele logo relatou e se acalmou. -Nossa, você e bom nisso... -mamãe era massagista, me ensinou muita coisa enquanto ainda vivia. -deveria ser uma mulher maravilhosa... Rodrigo e Diogo terminaram de comer, estavam estranhando a demora de Nando, então foram até a sala acompanhados de Víctor, quando iam bater na porta ele saiu agradecendo Cauã. -Porque demorou tanto?!-perguntou Diogo -Caua estava dando um trato nas minhas costas, ele e um ótimo massagista. -Come logo e. Vamos dar uma volta na cidade, até o álcool já comeu.- Cauã apareceu na porta com um sorriso malicioso. -Me procure quando precisar Nando! -Claro, obrigado de novo Após Nando comer, Víctor os acompanhou por uma volta na cidade, todos que passavam sempre cumprimentava uns aos outros, Rodrigo estava impressionado, os homens dali realmente eram machos puros como seu avô disse, mas além disso até os senhores de oitenta anos tinham seu charme lá, Rodrigo não sabia para que lado olhar, ...
«12»