1. [C005] Primeira vez com uma Trans


    Encontro: 23/02/2019, Categorias: beijo na boca, Masturbação, Oral, Virgindade, Anal, transsexual, Travestis, Gays / Homossexual, Autor: Daniel, Fonte: CasadosContos

    Olá pessoal, voltei para narrar mais um relato REAL que aconteceu alguns anos atrás enquanto eu ainda estava solteiro, antes de namorar minha atual esposa. Após sair com alguns amigos pra beber, depois que dei carona para o último deles, fui retornando para a minha casa. No caminho de volta (de madrugada), ao passar por uma avenida escura, vi uma loira espetacular na esquina, que logo imaginei ser uma garota de programa. Como estava na seca, resolvi dar a volta no quarteirão para verificá-la mais de perto. Ao me aproximar, constatei que aquela loira maravilhosa era, na verdade, uma travesti. Mas ela era muito linda e feminina, digamos que "enganava bem" os mais desavisados. Já muito bêbado, não pensei muito e perguntei logo quanto era o programa. Não me recordo o valor exato, mas acho que era R$ 120. Topei na hora, ela entrou no carro e fomos para um motel barato alí perto. Assim que entramos no quarto, começamos a nos beijar. Ela era linda, cerca de uns 30 anos (eu devia ter uns 23 na época), um pouco mais alta que eu (cerca de 1,80m), seios na medida certa e uma língua macia e suave. Uma deliciosa mulher com pênis. Ela foi tomar um banho rápido enquanto eu a esperava na cama, só de cueca. Ela voltou do banho só de calcinha e não pude deixar de notar no volume, maior que o meu. Assim que veio para a cama, ela tirou minha cueca e começou a me masturbar, passando logo em seguida a fazer um sexo oral, macio, molhado e suave. Chupava muito gostoso, me olhando com cara de uma ...
    safada experiente que sabe o que vou pedir em seguida. E claro que eu pedi! Mandei ela se deitar, deite por cima e comecei a beijar sua boca novamente. Fui beijando e lambendo sua boca, seu pescoço, seus seios, desci por sua barriga e...pulei a melhor parte, ainda reunindo coragem. Continuei por suas coxas até chegar em seus pés. Ah, como sou tarado em pés! Juntei os dois em minha boca e fiquei beijando, lambendo e massageando. Notei que ela estava excitada e não resisti. Tirei sua calcinha e comecei a masturbá-la. O pau dela logo ficou ereto, devia ter uns 18cm, eu acho. Ela me olhava como quase implorando por um boquete. Já que eu estava na chuva, era pra me molhar, sendo assim, abaixei e comecei a chupá-la. No começo foi um pouco estranho, afinal de contas, eu nunca tinha feito aquilo. Não sabia por onde começar, que movimentos fazer, então apenas deixei rolar, fazendo o que dava vontade. Fiquei masturbando, chupando e olhando com a mesma cara de safado que ela tinha me provocado. Eu sentia o pau latejando em minha boca, estava uma delícia ver ela excitada daquele jeito. Foi então que reuni coragem e pedi pra ela me comer. Ela perguntou se eu já tinha feito. Disse que não, mas confirmei que queria experimentar. Ela colocou a camisinha e, à princípio, tentei cavalgar nela. Sentei no seu pau e fiquei esfregando, mas estava difícil de encaixar. Foi então que ela me pediu pra ficar de quatro porquê, segundo ela, seria mais fácil. Fiquei de quatro e empinei a bunda pra ela. Cuspiu ...
«12»