1. Mara - mais transa na semana do casamento (Conto Real)


    Encontro: 21/02/2019, Categorias: Oral, 69, Transa, Oral, Traição / Corno, Heterossexual, Autor: Kasa, Fonte: CasadosContos

    Mara - amantes - mais transa na semana casamento (Conto Real) semana de 4ª - 6ª feira 4ª Feira Conversamos muito na noite anterior por telefone, ela estava sozinha em casa, disse que havia contado tudo para sua amiga que iria chegar na 6 ª Feira, e que ela queria me conhecer. Marcamos de nos encontrar na parte da manhã por volta das 10h30. Conforme combinado, assim que chegamos, ela deixou o carro e saímos no meu, fomos imediatamente para um motel. No caminho fui acariciando as belas coxas dela, estava de mini saia preta e uma blusinha rosa, estava linda e deliciosa como sempre, e ela por sua vez foi alisando e pegando no meu pau, beijando meu pescoço e me enchendo de carinhos. Assim que chegamos ao nosso destino, entramos e já abraçados e se beijando caímos na cama e brincamos assim por alguns minutinhos e aos poucos as roupas dela e minhas foram se perdendo pelo chão e pela cama. Primeiro foi a minha camisa e na seqüência a blusa dela, ai já aproveitei e também tirei a sairá dela, deixando-a só de calcinha, uma tanguinha bem pequenina na cor preta, com isso mostrando ainda mais aquele corpão maravilhoso, suas coxas roliças e seus peitos perfeitos, imediatamente comecei a arrancar isso mesmo arrancar a calcinha dela deixando-a totalmente nua, e sem a calcinha pode vislumbrar aquele corpo delicioso e ainda mais admirar as marquinhas de sol que ela exibia, marquinhas de um mini biquíni. Ela também arrancou a minha calça e junto a cueca deixando a mostra o cassete que ela ...
    passou a gostar e a querer cada vez mais. Assim que estávamos totalmente nus, deitei de costas e a coloquei em posição para ela me chupar e eu a ela, fizermos um 69 demorado e delicioso em que nos dois estávamos totalmente excitados, naquela posição além de chupá-la eu ainda observava e brincava com aquele rabinho lindo e maravilhoso, brincava de dedilhar e enfiar meu dedo naquele cuzinho que eu tinha comido e adorado. O tesão aumentando cada vez mais, a deitei na cama e na posição “papai mamãe” a penetrei facilmente com meu cacete preenchendo totalmente aquela bucetinha que já estava latejando de tesão. Foi uma estocada direta e depois comecei a brincar de entrar e sair, deixando-a loca de tesão, com isso ela gozou e não parava de pedir que queria mais. Nisso a levantei e a posicionou de quatro, uma posição que tanto ela como eu adorávamos fazer amor, e mais uma vez a penetrei, primeiramente bem devagarzinho, depois com inúmeras estocadas firmes e ao mesmo tempo a puxando pela cintura ao meu encontro, para isso poder penetrá-la mais fundo, ela gozou novamente. Paramos alguns minutinhos, relaxamos, descansamos e fomos para o chuveiro, antes pedi o almoço para dois. No chuveiro tomamos banho juntinhos abraçados, nos beijando muito e com isso o tesão foi se ascendendo novamente, quando de repente simplesmente mal fechando a água do chuveiro a levei diretamente para cama, totalmente molhados, cabelos encharcados, novamente a posicionou de quatro e mais uma vez soquei meu pau durinho ...
«123»