1. A Feia. Ssa-Ba 1976


    Encontro: 11/02/2019, Categorias: Com Fotos, Heterossexual, Autor: luizba2015, Fonte: ContoEroticoComBr

    Os contos são verídicos, alguns nomes das pessoas envolvidas serão modificados. Tenho certeza que um grande número de pessoas por esse mundo afora já passaram, estão passando, ou mesmo fantasiam por essa situação. Esse fato começou quando eu tinha 18 anos. Em toda turma sempre tem uma feia, Monica, 16 anos, branca, cabelos castanhos curtos, usava um óculos fundo de garrafa, não dava para perceber o corpo dela, apesar de ser riquinha se vestia muito mal, e só andava com os cabelos desarrumados, sempre a tratei bem, sem intimidades, um belo dia ela me disse assim. – Porque você nunca me convidou para eu sair com você? Eu meio sem jeito disse. – Não seja por isso, você quer sair que dia? Eu disse isso sem pensar, achando que ela iria marcar para uma festa ou coisa parecida e depois esquecer ou eu tirar de tempo, ela na lata disse. – Amanhã. – Ok, está combinado. Marcou hora e local, cheguei na hora ao local combinado, esperei 5 minutos após a hora combinada, não apareceu, fui embora, passei na casa de um amigo, guardei meu carro e saímos no carro dele, quando passei pelo local combinado do encontro lá estava ela, voltei rapidamente peguei meu carro e fui ao local, ela estava diferente, bem vestida, cabelos penteados, maquiada, tomamos uma água de coco na orla, e fomos para um local discreto, retirei os óculos e soltei os cabelos dela, fiquei surpreso com o que vi, ela não era feia, tinha os olhos verdes, os óculos fundo de garrafa e os cabelos despenteados que deixavam ela ...
    feia, começamos a nos beijar, em pouco tempo retirei a blusa e sutiã, já estava passando a mão em seus peitos, chupava os bicos dos peitos, passava a mão na buceta por cima da calça, retirei a calça e calcinha, já nos encontrávamos pelados, ela massageava minha rola, eu massageando peitos, bunda e buceta, como o local era deserto, saímos do carro, pude admirar melhor o corpo dela, peitos pequenos e duros, cinturinha, bunda redonda arrebitada, gostosa, pele macia. Agarrei pelas costas, roçava minha rola na bunda e massageava os peitos, depois virei-a de frente, coloquei nas cochas e ficamos assim um bom tempo, ela se ajoelhou e começou a chupar meu pau, quase que derramava tudo na boca da cadelinha, mas segurei, ela entrou no carro, deitou no bando traseiro, abriu as pernas e mandou eu meter, quando estava me preparando para enfiar, ela me disse que ainda era virgem, eu dei uma parada, fiquei indeciso, naquela época se tirasse o cabaço casava, sentamos para ter uma conversa, ela me falou que queria perder a virgindade, que não me daria problema, acreditei e voltamos a putaria, fui enfiando devagar, ela dando alguns gritinhos, quando estava tudo dentro, comecei a bombar com vontade, ela gemia, mexia, gritava que estava gostoso, gozei dentro dela, continuava a sentir meu pau pulsando dentro, ela me puxou para dar um beijo, pediu para não tirar o pau de dentro, deixei meu pau dentro ainda pulsando, bombava devagar, logo senti que o pau estava em forma, voltei a bombar com vontade, ...
«12»