1. O irmão via a revista, ela entrou e quis comparar…


    Encontro: 11/02/2019, Categorias: Incesto, Autor: kaplan, Fonte: ContoEroticoComBr

    (escrito por Kaplan) Ramon estava calmamente sentado em seu quarto, folheando uma das muitas revistas “masculinas”, mas daquelas que mostram sexo explícito, com mulheres de fartos seios e homens de picas enormes. Sua irmã, Selene, 19 anos, gostosinha, abriu a porta do quarto dele e perguntou o que ele estava fazendo. – Estou aqui vendo essas coisas gigantescas que os norte-americanos tanto gostam. – Deixa eu ver, também? – Claro, olha aqui. – Nossa! Que exagero os peitos dessa mulher. Que é isso? Você gosta de peitos assim, Ramon? – Eu não! Meus tamanhos preferidos são os médios e pequenos, sabe, aqueles que cabem na mão, ou na boca? – Que tamanho você acha que são os meus? – Não sei, nunca vi! – Olha aqui! E levantou a camiseta, deixando que o irmão visse os seios dela. Ele olhou, admirado da coragem dela mostrar. Eram pequenos, do jeito preferido dele. Meio gaguejando com a surpresa da visão que tivera e continuava tendo, porque ela não abaixou a camiseta, ele falou: – É, mana… os seus são do tamanho que eu gosto! – E vem cá, seu peru é desse tamanhão todo desses caras? – Claro que não! Olha, nem você nem eu serviríamos para posar para essas fotos de revistas. – Eu sou como você, não gosto dessas coisas gigantescas não, acho que devem machucar muito a gente. Também prefiro os de 14, 15, no máximo 16 cm. Quanto que o seu mede? – Sei lá, nunca medi não. – Espera ai. Ela se levantou, saiu do quarto e voltou com uma régua na mão. – Deixa eu medir pra você. – Que é isso, ...
    Selene? Acha que vou mostrar meu pau pra você medir? – Uai! Eu te mostrei meus peitinhos, por que você está falando assim? Deixa eu ver, que coisa! Ramon ficou sem ação quando viu a disposição de Selene para abrir a calça dele e colocar o “peru” pra fora. Ela pegou a régua e achou 10 cm. Mas ao pegar no pau dele para fazer a medição… claro que o bichinho começou a crescer. Ela riu. – Gostou de eu pegar nele, hein? Mas é até bom ele crescer, porque ai vamos medir ele durinho. Já tá no máximo? Ele gaguejou que não. Ela, então, com a maior simplicidade do mundo, continuou masturbando-o até ver que ele ficou totalmente rijo. Ele chegou aos 16 cm. – Que bacana, Ramon… temos as medidas que gostamos! Ficaram em silêncio. Ela com os seios expostos, ele com o pau para fora da braguilha. Ambos sentiam uma vontade imensa de fazer algo mais, mas se seguravam, até que ela foi mais corajosa e falou o que estava sentindo. Ao ver que Ramon concordava com ela, perderam o medo, o receio, ela tirou a camiseta e ele caiu de boca nos seios dela, mamando bastante, deixando-a com mais tesão ainda e por isso, assim que ele deu uma trégua, ela tirou a calça dele e fez-lhe um boquete, que ele gostou muito, melhor do que o que a namorada fazia! – Quero sentir seu peru dentro de mim, Ramon… você tem camisinhas? – Tenho. – Pega lá, enquanto eu tiro a roupa. Ele pegou, colocou e viu a irmã, nuinha, deitada na cama. Deliciosa! Deitou-se sobre ela e seu pau entrou vagarosamente na xotinha dela. Escutou os ...
«12»