1. O Príncipe do Tráfico - RD Cap 2


    Encontro: 09/02/2019, Categorias: traficante, Amor / Romance, Gays / Homossexual, Autor: Contosdeumleitor, Fonte: CasadosContos

    As vezes os segredos podem acabar distanciando quem amamos pra longe de nós. Tudo tem seu preço, cabe a você querer pagar por eles. Algumas semanas depois... Estava tudo pronto para minha mudança, nada poderia atrapalhar meus planos. Voltando para meu apê com Edna, resolvi comprar algumas coisas para comemorar.Minha perna estava bem melhor e nem lembrava mais do que havia passado alguns dias atrás. Chegamos e logo fui para cozinha, preparar algo para comermos. - Nossa Edna, estou tão feliz! Disse com um sorriso no rosto. -Posso ver isso em seu rosto meu amigo. Sabe, estava pensando em uma coisa,fiquei sem jeito de falar com você sobre o assunto. -O que foi... aconteceu alguma coisa? Disse preocupado. - Não é nada. Mas estava pensando em convidar você para ir morar comigo. Sei que sua vida é diferente do que vivo lá, mas estou me sentido só. Meu irmão foi passar um tempo em Florianópolis e na ultima conversa que tivemos ele me informou que não iria voltar para o Rio. - Nossa amiga, viver só realmente é horrível! Senti isso quando sair de casa a cinco anos atrás. Tive a pior experiência da minha vida, me assumi aos 15 anos de idade. Meus pais não aceitaram e me colocaram pra fora de casa. Disse com os olhos cheios d’agua. - Nossa Yuri, não sabia que tinha passado por coisas desse tipo. - Passei. Mas isso é passado. Sobre morar com você, eu até poderia, mas não quero incomodar. Até porque conseguimos a casa, e sou muito grato por sua ajuda. - Não vai incomodar... Vamos poder ir ...
    nas festa que rola no morro, que aliás são boas pra cacete. Disse Edna sorrindo... - Sério? Como assim? Me conta tudo. Edna me falou como era a vida lá na Rocinha, e sobre as festa que acontecia sobre comando os traficantes do morro. Logo me veio em mente o Rodrigo, e percebi que eu estaria tendo a oportunidade de estar próximo daquele homem. Estava louco para vê-lo novamente e não poderia perder aquela chance. Edna era um pouco mais velha do que eu, mas não iria atrapalhar meus planos. No outro dia bem cedo fui atrás de um caminhão de mudanças, e por volta das 11h já estava indo em destino a Rocinha. -Edna, estou chegando próximo a Rocinha, não encontrei pessoas para carregar a mudança quando chegar ai. Disse por Telefone. - Relaxa... Falo com os meninos aqui do morro e eles carregam pra você. Finalmente havia chegado no local de destino... Quando desci do caminhão, enxerguei aquele Deus vindo em direção a mim. - E aí princesa... Disse. Eu me perguntava o porque dele me chamar no feminino, não era afeminado. Usava roupas justas no corpo, mas nem por isso aparentava três jeitos. Dei um sorriso amarelo respondendo: - E aí Rodrigo... - Quer ajuda ai? - Não, obrigado. Disse olhando a mensagem em meu celular. Rodrigo – Ei, para de ser metida princesa. Aqui todo mundo ajuda todo mundo. Disse tirando sua camisa suada e me entregando de maneira bruta. Rodrigo – Segura minha camisa... Disse Pegando um objeto e pondo em seu ombro. Ele começa a subir o morro em direção a casa de Edna, ...
«123»