1. Pedindo Voto


    Encontro: 07/02/2019, Categorias: Com Fotos, Exibicionismo, Autor: Stella Souza, Fonte: ContoEroticoComBr

    Olá, meu nome é Stella, tenho 25 anos, sou morena, 1,65m, morena, falsa magra, bundinha média, cintura fina e seios enormes, que deixam os homens babando quando passam por mim, nem conseguem disfarçar, o que me deixa com muito tesão. No meu último conto aqui no site, eu descrevi minha realização de ter feito anal, no bar, em publico. Meu marido me chamou pra trabalhar nas eleições com ele, eu concordei e fui me arrumar, ele vem perto de mim e pergunta: “Quer aprontar hoje?”, eu faço uma carinha de inocente, com a cabeça meio abaixada, faço biquinho e falo que quero, ele ri e manda eu colocar uma saia jeans, sem calcinha e a camisa do candidato, com era em outra região nem liguei. Saímos de carro, pras ruas, pra pedir votos. Perguntei como seria o trabalho, peguei os santinhos, que estavam numa sacola no banco de trás e fiquei segurando, pra entregar pro povo que ia votar. Comecei a entregar, normal, pra mulher, idoso e tal, quando chegou a vez de um cara que estava na rua, meu marido pegou os santinhos da minha mão e colocou um só, no meio das minhas pernas e mandou abrir um pouquinho, na hora entendi, coloquei o papel mais perto da minha bucetinha e chamei o moço, perguntei se ele já tinha votado e ele disse que não, então ofereci o santinho a ele, ele não queria pegar, mas meu marido falou pra pegar, na hora o cara foi e pegou, passando um dedo na minha xotinha. Nossa que delícia, olhei pro meu marido com cara de puta, ele me perguntou: “vamos caçar mais dedadas ou ...
    votos?” Já peguei outro santinho e coloquei em cima da bucetinha e começamos, sempre que via um homem sozinho, já parava e oferecia o santinho, e sempre passavam a mão na bucetinha,já estava molhada, fiquei louca, quando tinha um intervalo entre uma dedada e outra no caminho eu ia me tocando. Avistamos um menino, devia ter uns 16 aninhos, devia ser a primeira vez que ia votar, eu falei pro meu marido que queria o novinho, paramos ao lado dele é fi o que estava fazendo a manhã toda, oferecendo minha bucetinha, ele veio e meteu a mão, foi mais ousados que todos, começou a passar o dedo no grelinho, me masturbando, quando de repente ele enfiou um dedo na minha bucetinha, gemi na hora, olhei pro meu marido, passei a mão na piroca do moleque, era grandinha, olhei de novo pro meu marido e disse: “Eu quero!” ele mandou o garoto colocar o pau pra fora, na hora ele colocou e encostou na janela, que piroca linda, caí de boca, comecei a chupar, lamber e meu marido tocando em mim fiquei chupando o garoto, chupando gostoso e comecei a gozar no dedo do meu marido, quando começo a sentir as jatadas de porra na minha boca, i garoto gozando, muito, mas docinho, uma delícia, comecei a engolir pra não perder nenhuma gota, meu marido nem percebeu que o garoto tava gozando, depois que engoli tudo olhei pro meu marido e pedi aquela piroca na minha bucetinha, ele chamou i garoto ora irmos, quando o garoto ia entrar no carro o cel dele toca, era a mãe dele procurando por ele. Saiu rápido do carro e foi ...
«12»