1. Se eu sou gay? Sou. - Capitulo Final


    Encontro: 04/02/2019, Categorias: Gays / Homossexual homosexual Amigos Amor / Romance Amor / Romance, Gays / Homossexual, Autor: nem fudendo, Fonte: CasadosContos

    Capitulo XXXIV Por que eu bebo senhor, eu já devia ter aprendido, não lembro como cheguei em casa, mas lembro que fui abusado a noite toda, meu rabo tava ardido pra caralho. Tinha imagens que iam e vinham na minha cabeça. - Edu tu sabe que tá abusando de mim, eu to bêbado. – comecei a rir, todo bêbado é faceiro, pelo menos eu - - Sei sim, quis fazer isso a noite toda, tu e o Igor me torturaram, eu tava louco pra te pegar e dizer pra ele que tu era só meu, não tô nem ai em abusar de ti, reclama amanhã, eu preciso de ti Caco – Ele tava com meu pau na boca eu só conseguia fechar os olhos e deixar ele fazer o que quiser comigo, ele abriu minhas pernas e começou a chupar meu rabo, arrepiei todo, eu amo tudo que ele faz, ele aprendeu a conhecer cada centímetro do meu corpo. Ficou me mordendo eu ia ficar roxo amanhã e ia ficar muito feliz, só senti quando ele entrou dentro de mim, o pau dele era grande meu rabo nunca acostumava com ele. O Edu começou a socar com força, como eu gosto, como só ele sabe fazer, me deixou de lado e começou a me beijar enquanto batia uma pra mim, eu fiquei gemendo grudado no peito dele, estávamos suando, tava quente pra caralho. Lembro de gozar muito, e ele me abraçando até meu coração acalmar. - Agora pode dormir Caco eu cuido de ti, vou cuidar sempre. Te amo. – Ele me abraçou, eu dormi, sabe a sensação de estar em casa. – Essas lembranças estavam me deixando de pau duro, senti que alguém se arrastava em cima de mim - Bom dia Caco, dormiu bem? – era o ...
    Edu brincando com o meu pau, ele já tava arrumado, que horas ele tinha acordado? – - Dormi sim, mas acho que me fizeram mal durante a noite Edu, meu rabo tá todo dolorido sabe o que aconteceu? - Não, deve ter sido teu amiguinho, o Igor. – ele ficou me olhando tava sério - - Não, com certeza eu saberia se fosse ele, nunca esqueceri.....- ele me beijou, e e deu um tapa na minha bunda, doeu viu. – - Não continua, eu não quero saber, de agora em diante só vai saber de mim, essa bunda é minha, vem vamos pro banho que os meninos já estão na cozinha, só não encontrei o Fernando e o Igor – ele ficou me olhando. – - Então meu plano deu certo! – ele começou a rir – - Tu sabe que tu não presta não é? – ele ficou me beijando - - Sei sim e tu me ama por isso. - Fiquei passando a mão nos cabelos dele, ele tinha deixado crescer, sabia que eu gostava - - Também te amo por isso Caco, essa é só uma parte tua, e eu amo todas. – Hoimmm, que amor, ele merece um prêmio pela declaração a essa hora da manhã. - - Tá bem ganhou, vamos pro banho, tu vai ganhar um boquete por isso. Ele saiu correndo e tirando a roupa pelo caminho chegou no banho primeiro que eu. Acho que ele tava com pressa. Não sei por que?? Me arrastei até o banheiro, o que a gente não faz por um homem, comecei a rir. Quando descemos o seu Alberto tava conversando com os meninos na mesa, o Paulo e o Victor me olharam apavorados, dona Inês corria de um lado para o outro. - Oi meninos, bom dia seu Alberto, Dona Inês. – o Victor me olhava ...
«1234...7»