1. A minha Vizinha – 7º Parte – Continuação da orgia


    Encontro: 03/02/2019, Categorias: Grupal, Autor: ksn57, Fonte: ContoErotico

    Continuação:Dormimos dois a dois, Eu e a Vizinha, Paulo e António.De manhã, após acordar, tomamos o pequeno-almoço e fomos para a praia, até ao almoço, após este fomos para casa, para nova rodada de patifaria.Na praia, Eu e Paulo, combinamos que iriamos convencer António, a deixar-nos fazer de novo, o que tínhamos feito á tempos atrás, isto é: - Nós dois comermos o cu de António, para a Vizinha ver, quem sabe Ela deixava fazer o mesmo?Tudo combinado, fomos meter veneno no António, coisa que ficou um pouco indeciso, mas alinhou, com a combinação se a Vizinha alinhasse, um deles seria Ele.Chegados a casa, logo disse á Vizinha, que para começar, quem ia brincar, seriamos nós três, pois António ao ver Ela dar a Ratinha para dois, queria fazer o mesmo, com seu cuzinho.Ela mostrou ficar um pouco sem saber o que queríamos fazer.Como sempre quem ficou por baixo, fui Eu.Logo António veio chupar meu Pau, e Paulo começou por meter dois dedos com Gel, no rabinho de António.Entretanto, António veio encaixar seu cu, em meu Pau, que logo entrou até às bolinhas.Estivemos assim um pouco, até que Paulo voltou a meter mais Gel em seu Pau e no rabinho do Amigo.A vizinha, estava sentada, em uma cadeira, a nosso lado, vendo com muita atenção, o que se passava, e uma vez por outra, abanava a cabeça, e chegou a dizer, que eramos doidos.Quando por fim Paulo, achou que era chegado o momento, encostou a cabeça de seu Pau, no cu de António, e começou a forçar.António gemeu, mas disse:- Vai com ...
    calma, aiiiiiiiiii dói, não pares, faz força, hoje está a doer um pouco, mete mais Gel, Kapa alivia um pouco, para o Paulo enfiar a cabecinha.Eu assim fiz, aliviei um pouco, e logo Paulo conseguiu, enfiar a cabecinha.Aí, entrou os dois Paus, lado a lado, até nossas bolinhas encostar nas bordinhas do cu de António, retirando-lhe um gemido forte.Aos poucos fomos ora entrando, ora saindo.A Vizinha, fazia uma cara de dor, mas ao mesmo tempo, enfiava em sua Ratinha, dois dedos que ora entravam, ora saiam, fazendo correr um fio de mel, da Ratinha para o chão.Ao fim de alguns minutos, Paulo começou a gozar, inundando o cu do Amigo, saindo no entretanto.Eu gozei logo de seguida.Quando António saiu de cima de Mim, virou o cu para a Vizinha, e disse:- Vizinha, quero deixar seu cu, igual ao meu, Você deixa?Esta olhou muito séria, para o cu, de António e disse:- Caramba está mais aberto, que minha Ratinha, isso não lhe fez doer?António: - À primeira custa um pouquinho, mas depois habituamo-nos, não custa nada, quer tentar?Vizinha: - Não sei, dá ideia que me vai fazer muitas dores!A essa altura, já Eu e Paulo, estavamos a tomar banho, os dois.Vínhamos a sair, quando António ia a entrar, e disse:- Tenham calma, hen, No cu da Vizinha, quero ser um dos dois.Rimos e Eu disse:- Fica tranquilo, mereces.Fomos então ter com a Vizinha, e perguntei:- Como é, alinha numa igual, vai dar o seu cuzinho para dois também?Vizinha: - Não sei, Vocês três são mesmo doidos, pensava Eu, que Você era doido, pelos ...
«123»