1. FINALMENTE UM BEM DOTADO


    Encontro: 02/02/2019, Categorias: Cuckold, Grupal, Autor: Alex/Emily, Fonte: CasadosContos

    Boa noite, pessoal. Como eu já disse em outros dois contos quepublicamos aqui, eu e a Emily somos em casal real, e adoramos compartilhar dessa maneira algumas de nossas aventuras liberais. Na nossa primeira vez na real mesmo não rolou penetração e nem foi num clima muito favorável. Foi um boquete dela num rapaz (Experiência deliciosa). Claro que aquilo tranformou nossas vidas e muitras outras coisas rolaram, até porque nos curtimos demais e pouco a pouco a cumplicidade virou parte inerente do nosso prazer. Enfim, hoje vou contar sobre uma transa que rolou quando já tinhamos pego mais o jeito e tals...eu como um voyeur inverterado e ela como exibicionista convicta, e os dois já sem muitos dos pudores que naturalmente nos bloqueiam quando o assunto é sexo, totalmente cúmplices. Vamos lá: Sempre que víamos vídeos cuckold juntos, ou líamos relatos de outros casais e coisas afins, nos deparávamos com a fantasia sobre paus enormes, mas nunca havíamos tido uma experiência com um cara bem dotado de verdade. Ela ainda transa com o tal psicólogo, uma espécie de "fixo" dela e a gente se diverte muito com isso, mas o pau dele consegue ser menor que o meu que tem entre 16 e 17 cm. Claro que ela tem prazer em transar com ele, e eu estaria mentindo se dissesse que eu também não tenho quando ela chega em casa depois de sair com ele, e me conta toda a transa. Morro de tesão, sim. MAS, como a luxúria não tem limites, decidimos que procuraríamos uma pessoa realmente bem dotada e de preferência ...
    negro. Analisamos muitos perfis de sites e grupos sobre o assunto, e encontramos também muita coisa interessante, pessoas atraentes e paus enormes, e perdemos a conta de quantas vezes morremos de tesão, transando e fantasiando sobre esse ou aquele. Ela fez alguns contatos, trocou algumas mensagens de "observação" e até recebeu algumas fotos. Depois de uns dois meses, uma dessas pessoas chamou a atenção dela: " - Amor, lembra que te falei sobre o Max, que mora (em tal lugar)? - Lembro, sim. Aquele que é casado e trabalha com...(profissão) - Isso. Então, temos conversado bastante, e ele parece ser um cara super de bem com a vida, bem humorado, simpático...e claro...ENORMEEEEEE Fiquei logo animado, e combinamos que ela iria conversar mais um pouco com ele e depois ligaríamos juntos, se fosse o caso de ela achar que seria a pessoa certa. Não demorou nem uma semana e ela chegou na nossa firma toda assanhada (Eu chego as 8:00 e ela as 10:00), entrou no meu escritório e me deu o celular dela, mostrando a conversa que tivera tido logo cedo com o "pretendente". Li toda a conversa totalmente desinibida, e vi as fotos que ele enviou. Fiquei com tesão ali mesmo, mas seguramos a onda, e resolvemos ligar, como ela já havia combinado com ele. Liguei, nos apresentamos, e conversamos os três no viva-voz, e marcamos um encontro para dentro de dois dias, que seria num domingo, as 10:00. Nos encontramos num lugar legal, público, sentamos em uma mesa, e ela como sempre, parecia que conhecia o Max ...
«1234»