1. Viagem Com A Mamãe - Final


    Encontro: 01/02/2019, Categorias: Masturbação, Oral, Bunda, Seios, Oral, Filho, Mãe, Incesto, Heterossexual, Autor: Leonardo H., Fonte: CasadosContos

    No conto anterior, falei de como tive muito prazer com minha mãe em uma viagem que fizemos para o Piauí numa casa de praia. Bom, dormimos de tarde, cansados do almoço, mas meu pai continuou bebendo na praia que fica na parte de trás da casa que ficamos. Acordei eram 8 horas da noite, estava meio escuro lá fora, as luzes dos postes eram bem fracas. Escuto um barulho e quando me viro, vejo minha mãe parada na porta, tomo um susto e pergunto se ela estava ali á muito tempo e ela responde que não, tinha acabado de chegar. “Cadê o pai?” pergunto meio sonolento e ela responde “O traste tá lá fora ainda, enchendo o cu de bebida!” eu riu e me levanto, vamos até a cozinha e comemos algo, minha mãe usava nada mais que um vestido fino, com as alças finas e um decote enorme, deixando seus seios maiores ainda. Ela se senta e quando olho para sua virilha, vejo a marca de sua buceta, ela estava sem calcinha. “Você tá sem calcinha, sua safada!” falo e ela retruca rindo “Eu te disse que adoro ficar sem calcinha, fica bem gelado assim! Hahah” eu me levanto e lhe dou um beijo na boca, nossas línguas se entrelaçam e sinto seu gosto. Ela se levanta e vai até o quarto, pega um saco e segura a minha mão. Saímos para a praia onde meu pai estava, mas não fomos direto para ele e sim a parte com pedras (que eu havia falado na parte 02 do conto Viagem com Mamãe) meu pai nem notou que fomos até lá e não tinha mais ninguém passando por lá então era seguro. Minha mãe tira um lençol grosso do saco e põe ...
    no chão, junta algumas pedras para ele não voar e se senta, batendo com uma mão no chão para eu fazer o mesmo. Me sento e nos beijamos de novo, vou com minha mão em seus seios e aperto-os, forte e sinto seus mamilos duros, não sei se é por excitação ou pelo frio. Eu vejo sua mão entrar no meu calção e ela começa a massagear meu pau, bem devagar. Eu a deito no chão e vou tirando seu vestido fino, que agora estava molhado de suor, vejo seu corpo nu. Como eu amo ver seu corpo nu e tê-lo só pra mim, ver suas dobrinhas e sua xoxota, agora raspada com os pelos começando a crescer, seus seios fartos e volumosos. Aquela mulher é muito fogosa. Vou para cima dela e começo a beijar seu corpo todo. Beijo seu pescoço e vou descendo até os ombros e depois os seios, chupo um, depois o outro e dou beijos, em cada um enquanto aperto o outro com uma das mãos. Ela geme a cada toque dos meus lábios. Continuo e vou beijando sua barriga, suas dobrinhas e seu umbigo. De lá, pulo para suas coxas, vou beijando e lambendo a direita, depois pernas e pé, em seguida, repito o processo e vou beijando e lambendo até a outra coxa. Ela se vira bruscamente e sinto seu bundão tacar no meu rosto, que sensação maravilhosa. Minha mãe me manda chupar sua bunda e tira uma lata de chantilly no saco, que voou com o vento. Eu aperto o gatilho, lanço jatos do creme branco em sua bunda, vou de boca e engulo o chantilly, enquanto mordo e beijo sua deliciosa bunda, ela geme e empina a bundona, levantando e mostrando o ...
«123»