1. Minha sogra, amante gostosa e putona


    Encontro: 10/01/2019, Categorias: Incesto, Autor: jose leonardo batista dos santos, Fonte: ContoEroticoComBr

    Tudo começou quando casei aos 24 anos e minha mulher tinha 15 aninhos, gostosa e safadinha. Meu nome é José e minha sogra chama-se Solange. Ela tinha na época 45 anos e também era amante de um homem casado lá do bairro mesmo. Como eu e minha esposa não tinhamos casa, fomos morar com a sogra. Passou pelo menos um ano e sempre a noite eu ouvia minha sogra gemendo no pau de seu amante.Algum tempo depois eles tiveram uma discussão e foi cada um pro seu lado. Minha sogra gostava de ir em festas aos sábados em uma boate do bairro. Como eu sempre dava uma saída aos sábados a noite pra jogar dominó com amigos lá perto, uma noite resolvi ir até a boate e chegando lá a festa estava animada mesmo. Resolvi entrar pra dar umas dançadas já que minha mulher não gostava de festas. Chegando ao balcão pedi uma cerveja e começei a tomar quando apareceu ao meu lado minha sogra toda produzida e gostosa. Ela disse. – Que bom que você está aqui assim me faz companhia já que estou sozinha. Ela me pediu pra irmos pra um local mais isolado que tinha aos fundos da boate e era de luz negra, ninguém conhece ninguém nessa parte da boate. Fomos e ocupamos uma mesa ais fundos e ficamos bebendo umas e outras até que ela me convidou pra dançar e fomos ali mesmo ao lado da mesa já que a música era romantica. Começamos a dançar e a partir da quinta cerveja já estavamos os dois, meio alto. Ela começou a dizer que estava precisada de um macho e eu apertei seu corpo mais um pouco e ela não reclamou de nada, então ...
    avancei o sinal ao, de leve, passar as mãos em sua bunda que era bem gostosa. Ela sorriu e se apertou mais. Comecei a passar a língua em seu pescoço e ela aceitou e gemeu de leve no meu ouvido. Fomos para a mesa e ela pôs sua cadeira mais perto da minha e deitou a cabeça em meus ombros. Virei pro seu lado e levei minha boca a sua e dei-lhe um beijo de língua que ela retribuiu com paixão e desejo. Rapidamente levei minhas mãos as suas coxas e começei a alisá-la parando apenas quando minha mão chegou a sua buceta que estava molhadinha de tesão. Afastei a calcinha e meti o dedo de leve, ela foi a loucura e agarrou meu pau por cima da calça. Me pediu pra sairmos de lá e procurar um lugar mais isolados. Fomos de lá mesmo pra um motel e chegando no quarto começamos a nos beijar enquanto tirávamos nossas roupas loucos de tesão. Quando ela viu minha pica caiu de boca e começou a chupar com sofreguidão e tesão. Fui a loucura e rapidamente coloquei ela deitada e caí de boca em sua bucetona gostosa. Ela apertava minha cabeça em sua buceta e de repente começou a gozar na minha boca. Bebi todo seu gozo gostoso e coloquei ela de quatro e meti a vara em sua buceta grande e gostosa cheia de pentelhos pois ela não se depilava a vários dias.Fodi minha sogra gostosamente e chamava ela de puta safada, cachorra, piranha etc. Ela urrava de prazer na vara e rebolava gostosamente. Gozamos juntos e ficamos descansando um pouco pra depois fazermos um delicioso 69, que ela disse adorar fazer. Esperei ...
«12»