1. Dar prazer pode ser tão prazeroso


    Encontro: 09/01/2019, Categorias: Lésbicas, Autor: Nessi, Fonte: ContoEroticoComBr

    Quando eu tinha por volta de 17 anos, tinha uma amiga que estava completando seus 40 anos mas sempre foi uma pessoa muito legal e sem preconceitos. Hétero e com filhos já crescidos também tinha uma irmã lés assumida mas, reservada, não tinha essa amizade comigo para conversarmos sobre sexualidade e acho que tinha uma companheira Eu estava numa fase da minha vida que estava descobrindo ser lés e podia falar com minha amiga sem precisar mentir. mas não foi com ela que aconteceu o ocorrido que vou contar. Foi com a filha dela. Essa filha dela era legal e minha amiga também demais. O que aconteceu só não foi melhor porque eu estava naqueles dias mas… mesmo assim as vezes quando estamos nos tais dias, parece uma coisa: só porque é mais difícil de rolar algo, a gente fica sensível e qualquer coisa já dá um tesão daqueles… Então… Fui uma tarde na casa da moça e nem lembro se conversamos sobre sexo, faz tanto tempo… mas lembro que ela tinha dito que tinha namorado mas não tinha nada contra a atração por mulheres… Me pediu licença para ir tomar um banho (estávamos só nós duas na casa) e voltou vestida com um roupão Perguntou na lata prá mim: Você chupa? Eu normalmente não tinha iniciativa de fazer assim, sempre fui passiva mas respondi sim. Ela sentou se no sofá e abriu o roupão sobre as pernas mostrando a “gostosinha” toda depiladinha. Eu comecei a lamber o grelinho delicadamente e vendo que ficou todo inchadinho passei a chupá lo… percebendo que ela parecia estar gostando continuei penetrando os dedos, tirando, penetrando de novo enquanto lambia e chupava com vontade. Sempre tive receio de não agradar, ela de olhos fechados se contorcia, mas parecendo ler meu pensamento disse num gemido: Estou gozando… Como foi gostoso ouvir e sentir isso! Continuei até até chegar aquele alívio gostoso pra ela e descobri que dar prazer pode ser tão prazeroso quanto receber.
«1»