1. O PROFESSOR DE CAPOEIRA


    Encontro: 05/01/2019, Categorias: gostoso, Oral, Heterossexual, Autor: ANNE, Fonte: CasadosContos

    Ola! Sento aqui para contar mais uma aventura sexual. Me chamo Anne tenho 28 anos, sou tia de uma menina de 14 anos. A um ano aproximadamente ela faz capoeira, eu sempre fui busca-la na aula ate ai tudo normal, ela tinha um professor bem comum que por algum motivo foi substituído. O novo era um homem de aproximadamente 1.76, forte de olhos penetrantes e um sorriso lindo, a primeira vez que me deparei com ele tremi toda sabia que queria ele. Uma terça feira a noite (dia não tem aula) decidi passar no local passava das 21:00 e já não tinha mais alunos apenas o professor, dei uma desculpa e começamos a conversar, ele me olhava completamente perdido,depois de papear bastante decidir ir embora, fui da um abraço no professor, senti todos seu corpo por “acidente” esbarrei a boca na dele, começamos um beijo caloroso que logo levou nossas mãos a tirar nossas roupas, em poucos minutos estava deitada em colchonete com a língua do professor percorrendo o meu corpo, ele chupou os meus seios com carinho o direito depois o esquerdo dando leves mordidas depois brincando com o biquinho desceu mais um pouco ate sua língua setenta encontrar a minha buceta molhadinha, ele ...
    ficou ali por alguns minutos o que me fez ter o primeiro orgasmo em sua boca, ele me olhava com olhos de satisfação por ter conseguido meu primeiro orgasmo em poucos minutos, sai da posição que estava e logo comecei chupar o seu pau, um pau gostoso o tamanho que me deixaria preenchida uma grossura que me completa, coloquei seu pau todo na boca fazendo movimentos rápidos ate ele puxar meu cabelo, não queria gozar ainda. Então ele me colocou em pe de frente pra janela de costas pra ele com o rabo bem empinado abriu minha bunda e colocou a língua no meu cozinho lambeu meu cu ali todo aberto com a mesma fome que chupou minha buceta sem avisar tirou a língua do meu cu e enfiou o pau na minha buceta, senti o seu pau rasgando por onde passava causando dor e prazer me fazendo gritar eu olhava pela janela enquanto ele me fodia cada estocada que ele dava eu gritavam, ele puxava meu cabelo e me chamava “CACHORRA” o que me deixava com mais vontade, cada rebolada que eu dava era um puxão de cabelo que eu levada a ultima escocada que deu manteve o seu pau dentro de mim por alguns segundos segurando firme no meu peito, recebi todo o leite do professor da minha sobrinha,
«1»