1. Punha a dois no sábado à tarde


    Encontro: 05/01/2019, Categorias: Masturbação, Autor: lucasjoao, Fonte: ContoErotico

    Sábado por volta de umas 13 horas fui pro mercado comprar algumas coisas que ia precisar pra semana. Peguei algumas coisas e logo encontrei um colega do meu trabalho antigo, o Marcos. Ele logo veio em minha direção, com um sorriso e um aperto forte de mãos seguido daquele famoso tapinha nas costas, que não chega a ser um abraço.Marcos sempre foi um cara muito simpático e super gente boa. No trabalho, nos víamos pouco, pois trabalhávamos cada um em um setor, mas nos horários em que nos encontrávamos ou nas confraternizações da empresa, era muito firmeza pra conversar.Logo nos primeiros minutos de conversa, me atualizou sobre como estavam as coisas na empresa e perguntou do meu novo trabalho, falou também que ficava perdido no mercado sozinho, que geralmente sua esposa ia com ele, mas ela estava viajando, visitando parentes em sua cidade natal.Dei risada e meio que nos despedimos, nos encontramos novamente quando eu já estava indo em direção aos caixas e ele viu meu carrinho e perguntou se as cervejas que eu estava comprando era pra levar pra algum churrasco. Falei que não, ia tomar sozinho mesmo. Aí ele perguntou se podia me acompanhar, que tava muito afim de tomar uma cerveja, mas não curtia beber sozinho. Já tinha me planejado pra passar o dia sozinho, largadão, tomando cerveja e vendo pornografia, não tava muito afim de ficar jogando conversa fora e sendo legal, mas respondi automaticamente que sim. Sabe quando vc aceita um negócio depois se arrepende? Pensei: "Pronto, ... fudeu! Não vamos ter assunto e ainda vou perder o sábado"Nisso, ele foi buscar mais cerveja e voltou pra fila do caixa em que eu estava. Passamos nossas compras e ele perguntou se eu sabia onde ele morava, que poderíamos ir para lá. Falei que não, mas eu seguia o carro dele. Então fomos pro estacionamento, ele entrou no carro dele e eu no meu e eu acompanhava o caminho com meu carro.Chegando na frente do prédio, ele fez sinal para eu estacionar e entrou na garagem. Veio me recepcionar no portão de visitantes e cumprimentou o porteiro comentando o resultado de algum jogo que não lembro agora.Subimos para o apartamento meio em silêncio, mas quando entramos, a conversa começou rolar, eu estava com as coisas de geladeira que comprei na mão e a cerveja e pedi pra guardar na geladeira dele até eu ir embora. Colocamos algumas long necks no congelador e outras na geladeira mesmo. Ele perguntou quanto tempo fazia que já tinha saído do trabalho, falei 6 meses, ele falou que o tempo passa rápido, aquelas conversas de quando não se tem assunto.Perguntei desde quando a mulher dele tava fora e ele disse que fazia uma semana e que só voltava segunda (no caso, hoje). Falei: "Vixe, então tá foda pra você" Ele falou "pois, é" e deu risada. Conversamos sobre alguns bares novos, sobre marcas de cerveja, sobre o pessoal do trabalho até que o assunto morreu total. Levantei pra pegar mais cerveja e voltei e o silêncio continuava. Só apreciando a cerveja mesmo.Aí ele voltou no assunto da esposa: "tá ...
«123»