1. minha 1 vez com um travesti


    Encontro: 04/01/2019, Categorias: Travestis, Autor: Ludmila Fonseca, Fonte: ContoEroticoComBr

    Olá mais uma vez estou de volta para relatar mais uma de minhas aventuras sexuais. Me chamo Ludmila, tenho 38 anos, divorciada à 8 anos, depois de um longo período no atraso me dedicando apenas ao meu trabalho e a criar meu filho, que hoje vive com o pai, resolvi mudar radicalmente meus hábitos e viver um pouco e percebi o tempo que perdi em aproveitar as boas coisas da vida, principalmente no quesito sexo. Tenho experimentado várias experiências algumas inclusive que nunca me imaginei fazendo mas como sempre digo :”Se vai fazer, faz direito.” Recentemente relatei minha experiência com o filho de uma amiga, agora vou falar da experiência que tive com Raissa,uma linda travesti ,que além de amiga é também, confidente,cabeleireira,e porque não, amante . Raissa tem 28 anos, uma morena linda, seios fartos uma bunda linda e outros atributos mui generosos. Sempre compartilhamos nossas experiências e a cada relato eu me tornava mais curiosa, já transei com outras mulheres, mas uma mulher com pênis de verdade? Como seria? Uma certa noite recebi Raissa em minha casa,sempre exuberante, usava uma calça saruel preta e uma regata branca que desfilava num salto alto que a deixava ainda mais sexy, sentamos na sala e começamos conversar amenidades sem importância até que chegamos no assunto SEXO. Entre uma taça de vinho e outra minha libido começou a aflorar, já tinha falado com ela sobre minha curiosidade e aquele era o momento perfeito para satisfaze-la. Disse a ela que a queria e tinha ...
    que ser naquele momento. Me aproximei dela e dei-lhe um leve beijo ela sorriu e disse que se era o que eu queria então eu teria. Trocamos um beijo mais ardente e senti o volume de seu pau aumentando. Ela se colocou de pé de frente para mim e tirou sua regata revelando seus seios grandes, eu a observei de cima a baixo até chegar no enorme mastro que se erguia entre suas pernas, senti meu coração acelerado, comecei a puxar devagar sua calça juntamente com sua calcinha, até seu pau saltar pra fora, uuauu que pau enorme, brinquei perguntando como ela conseguia esconder tudo aquilo,comecei a acaricia-lo com minha boca dando beijos e mordidinhas, depois abocanhei gulosamente e iniciei um boquete bem molhado. Raissa agarrou minha cabeça e forçou seu pau pela minha garganta me fazendo engolir todo aquele monstro, começou a usar palavrões me chamando de piranha safada,deu estocadas fortes em minha boca me fazendo engasgar, tentei resistir e levei uma forte bofetada no rosto, não esperava essa reação selvagem, mas isso me deixou mais excitada, adoro ser dominada. Ela voltou a me bater, depois me posicionou de quatro no sofá e começou a chupar minha buceta, senti sua língua penetrando meu cu algumas vezes. Senti seu pau roçando minha xota que a essa altura estava encharcada e senti me penetrar lentamente, depois ela foi aumentando a velocidade e a socar cada vez mais forte me fazendo gozar em poucos minutos, senti minhas pernas ficarem bambas, ela mal esperou eu me recompor e começou a ...
«12»