1. Sonho de ser corno


    Encontro: 29/12/2018, Categorias: Exibicionismo, Autor: casalangico, Fonte: ContoEroticoComBr

    Olá, somos o casal Airton e Val, temos 54 e 42 anos, somos de bem com a vida. A Val sempre foi uma mulher atraente, morena, baixinha, seios grandes e bunda bem empinada. Val antes de me conhecer teve varios casos, ja tinha vivido com outro homem, nos conhecemos, engravidou ai resolvemos morar juntos. Bem após anos de convivência, em nossa cama, muitas vezes perguntava sobre os outros homens, ela aos poucos foi comentando, perguntei se tinha tido alguem com o pau maior do que o meu ela disse que sim, porém não gostava pois incomodava muito e ai por diante. Comecei a fantasiar ela com os namorados antigos, passei a comprar calcinhas fio dental, pedir a ela pra depilar a xaninha toda, dai por diante Val passou a ser uma putinha mesmo, outro dia olhei seu celular e ela tinha mandado uma foto pra um colega somente de calcinha, me deu ciumes e tesão, a noite perguntei a ela, no inicio quis mentir depois confessou que era um colega da academia, perguntei se ela tinha tesão nele, olhei pra mim com cara de safada, me deu um selinho e saiu. Dai pra ... frente aqui nos deu um tesão enorme, paasei a comprar mais roupas intimas e de academia pra ela, e sempre a noite na cama tirava fotos dela e mandavamos pra seu colega. Um dia perguntei pra ela como era ele na academia se ja tinha investido nela, ela que sim que ele ficava cercando ela, perguntei se ela queria dar pra ele, ela disse que sim porem não tinha tido oportunidade, peguei na sua xaninha e estava toda melada, ela olhou pra mim e disse moro de tesão pelo safado, e ele não perde tempo roça em mim de proposito, eu disse tudo bem pode dar pra ele, porem quero saber de tudo, fizemos amor e gozamos intensamente. Passados alguns dias, ela chegou mais tarde da academia, me chamou no quarto, tirou a calcinha da bolsa toda melada de porra e disse você não queria, fui pro carro dele, ele meteu em mim sem pena e deixei ele gozar na minha calcinha pra te mostrar, eu ja tava de pau duro ela pegou no meu pau e disse vamos terminar o serviço meu corninho, chupa minha xaninha toda melada da porra dele, chupei com vontade e gozei ela me chamando de corno.
«1»