1. Me exibindo no Cine Dom José


    Encontro: 22/12/2018, Categorias: Exibicionismo, Autor: homem.casado.fisting, Fonte: ContoEroticoComBr

    Olá pessoal, Esse é o meu primeiro conto (real), não sou muito bem para escrever, porem vou tentar descrever o que aconteceu a pouco. Sou casado, tenho pouco mais de 40 anos, me considero bi sexual, gosto muito de mulher, porem homens tem me dado mais prazer. Sexo com mulher faço com a minha esposa ou quando pago para uma prostituta. Agora sexo com homens, estou acostumado a fazer em Cinemas frequentados apenas por homens. Existem vários, em Sorocaba onde moro tem um, em São Paulo tem vários, uns bons uns nem tanto. Algumas vezes costumo ir em saunas, é outra pegada, mas é interessante, as vezes rola umas coisas boas. No Cine Dom José eu percebi, que o público é mais velho, em quase todos esses locais que citei o pessoal é mais velho. Para chamar a atenção dos caras eu comecei de uma hora para outra a ficar peladinho, isso mesmo peladinho dentro do cinema. Uns ficam meios incomodados com isso, outros gostam, mas o que é mais importante, comecei a gostar. Fico com muito tesão quando o pessoal fica me vendo, tenho mais tesão de ser visto do que o contato com o pessoal. Bem, para apimentar acabei que peguei uma calcinha fio dental e resolvi usa-la no Cinema. Foi um sucesso, já escutei de tudo, por conta disso, já dei e muito, nem sei quanta pica eu já engoli, foram muitas. Hoje resolvi fazer algo diferente. Sentado na última fileira de poltrona, estava eu e mais duas pessoas, eles estavam ao meu lado mas um pouco distante. Fiquei peladinho na poltrona, e num determinado momento ... me levantei, ajustei a calcinha e percebi que os dois ficaram me olhando. Sentei novamente, foi ai que um dos caras levantou e foi embora, ficando apenas eu e mais uma pessoa. Levantei, peguei um tubo de gel que sempre me acompanha, passei um gel no cuzinho, já piscando de tesão, peguei um consolo que sempre levo comigo de uns 17cm no máximo 18 enfiei ele no cu e o cara ficou olhando, mas não veio ao meu encontro. Ai para provocar, desci as escadas e fui perto do palco, só de calcinha e com o consolo na mão. Coloquei ele em cima do palco, a superfície é bem lisa, ele ficou firme, sentei em cima dele até sumir dentro do meu cu. Que delicia, comecei a me masturbar e fiquei imaginando o que o cara estava vendo lá de cima. Ai resolvi ir até o cara, subi do outro lado que tinha descido para ficar perto dele e ver o que poderia rolar, não conseguia ver quem era o cara, se velho se novo, porque o local é bem escuro, mas de onde ele estava ele me viu sentando no consolo. Quando comecei a subir a escada reparei que não estávamos só nos dois, tinha mais um cara na frente dele, na fileira da frente. Nossa levei um susto, mas não perdi o rebolado, quando passava pelo cara da última fileira, ele me provocou, com tesão certamente, passou a mão na minha bunda. Parei enfiei o consolo no cu, e ele seguro o consolo e ficou enfiando e tirando do meu cu, que delicia, com a outra mão ele começou a me punhetar, nossa fui ao delírio e gozei rapidinho. O cara da frente nem se mexeu. Assim que gozei ...
«12»