1. Na Empresa


    Encontro: 05/12/2018, Categorias: Fantasias, Autor: dantte, Fonte: ContoEroticoComBr

    Ola ; este fato aconteceu em meu ultimo trabalho,oude fazia uma função administrativa em uma Empreiteira. desempenhava algumas funções em escritório localizado perto de um dos muitos canteiros de obras de edifícios..era alto verão e o dia sufocava de tanto calor e pra complicar havia ainda crise hídrica provocando desabastecimento temporários em alguns bairros. Neste dia em especifico de calor escaldante,faltaria agua em minha localidade residencial,fato noticiado pelas rádios…Resolvi por bem tomar um banho do vestiário improvisado da empresa..era bem simples,com algumas fileiras de chuveiros num corredor separados apenas por finas lonas,tudo bem rudimentar. Não havia ninguém lá,eu tinha concuido meu trabalho mais cedo ,então o lugar estava vazio..me despi rápido de minhas roupas e abri o registro. A ducha refrescante e revigorante vinha abundante direto de uma imensa caixa d’água. A Água deslizava em meu corpo e já inebriado de alivio fá debaixo da agua corrente,com os olhos fechados,deixando-a fluir,deslizando por todo meu corpo. Então ouvi uma voz= Posso te esfregar as costas? – era um dos operários já completamente nu,ali,me observando sei lá a quanto tempo e o membro semi enrijecido. Antes que eu respondesse ele entrou comigo,ficando tao próximo a mim debaixo da ducha que sentia o pau dele já bem duro me cutucando as nadegas…senti um arrepio diferente do que a agua fria,proporcionava.Continuei em silencio enquanto suas mãos ásperas ensaboavam meus ombros,minhas costas e ... sem demora começaram apalpar minha bunda. Não ofereci resistência,pois também já estava de pau duro e muito excitado. Colaborei empinando a bunda,me encostando no pau dele sem cerimonia…seus dedos ensaboados dedilhavam meu anus,entrando um degavar…passava espuma,penetrava pouco a pouco ate entrar tudo..ardeu muito,embora não fosse 1a vez que faziam isso..estava com dois dedos me alargando o cuzinho…me preparando pro ato seguinte= O Pau dele. e era enorme e grosso. Lambusou bem o membro com espuma do sabonete,passou mais em meu anus também…entretanto,mesmo com todo este preparo,não deixei de sentir com muita dor a entrada daquela tora descomunal…já havia mais de um ano que não trepava,me sentia completamente esgaçado,preenchido ao limite,sem aviso,arremeteu tudo,dei um grito estava espremido contra parede de concreto e por tras o cacete dele me fodendo o cuzinho com força e violência…pensei= Logo ele acaba e isso termina. Estava errado. Mais vozes,mais operários,nao conseguia distinguir quantos,muitas mãos me tocando,senti que guiarão elas a agarrar mais dois paus já duros….havia entrado sabão em meus olhos,ardia,nao conseguia abrir direito.A Mao do que me comia,forçou minhas costas,me fazendo mudar de posição.me afastando da parede,ao mesmo tempo que outro braço me agarrava forte na cintura,me aprisionando e com um abraço invencível,me impedia de escapulir,fugir do pau dele encravado em minhas entranhas,quando se movia era só ate metade pra fora,arremetendo tudo ao fundo de ...
«12»