1. Me apaixonei por um cara,Puta merda (Parte 41)


    Encontro: 04/12/2018, Categorias: Gays / Homossexual, adolescente, REAL, Vida, Gays / Homossexual, Autor: Henrique, Fonte: CasadosContos

    Sexta 21 de Junho de 2013 Acordei e fui me higienizar, me arrumei e fomos pro colégio, a mãe ia depois lá com o advogado pra eles conversarem com o diretor, e assim foi feito. No colégio as coisas ainda estavam as mesmas em relação ao bullying e aos boatos e além de mim, a Ana também estava sofrendo bullying por ter dormido comigo, estar supostamente grávida segundo aos boatos e também estavam dizendo que ela tinha AIDS, mas diferente de mim, ela não se calava. Ela pediu pra todos os alunos do ensino médio irem para a quadra, que o diretor ia fazer um comunicado, mas esse comunicado não era real, ela só queria provar pras pessoas que elas estavam erradas. Todos fomos pra quadra e ficamos todos na arquibancada, ela tinha levado até um microfone sem fio pra escola. Ela tinha pensado em tudo, me chamou lá na frente pediu pra eu ficar ao lado dela. - Ana: Graças aquela desgraça ali... - falou apontando pra Esté. - Eu: Para menina... - Ana: Paro não Henrique, já cansou isso. Então gente, vocês são um bando de filhos da puta que acreditam em tudo que dizem, eu não estou grávida, não tenho AIDS, assim como o Henrique também não tem. Tô com 2 de gravides que fiz, quem quiser pode vir aqui na frente e pegar pra ver e se não quiser acreditar em chama no banheiro e mijo em outro teste na frente de vocês. - Esté: Você pode não tá grávida, mas transou com ele. - Ana: Transei mesmo, não to negando isso. - Eu: Ana já tá bom, vamos parar senão vai dar confusão. - Ana: Eu só queria ... esclarecer isso, e Esté, você não sabe com quem tá se metendo, mais uma coisinha que você espalhar sobre mim ou qualquer um dos meus amigos, eu vou lhe dar uma surra na frente de todos. - Diretor: Você dois desliguem isso e vão pra minha sala, agora. - Eu: Eu avisei Ana. Ela pegou os dois testes na bolsa dela e jogou na Ana e fomos pra sala do diretor, chegando lá ele começou a reclamar com a gente, disse que atrapalhamos a aula, confiscou o microfone da Ana e deu uma advertência nela. - Ana: Obrigado pela advertência querido diretor, vou adorar mostrar a meus pais e dizer o motivo. - Diretor: O motivo foi ter levado todos os alunos pra quadra atrapalhando a aula, e feito uso de um objeto pra poder ameaçar uma aluna. - Ana: Eu não fiz isso, eu levei os alunos pra lá pra esclarecer os boatos, porque nem eu e nem o Henrique temos AIDS e eu também não tô grávida. - Diretor: Tinha outros meios de resolver os problemas de vocês. - Eu: Verdade, tinha outro jeito, chamando seus pais pra resolver no seu lugar. - Diretor: Você também né, ultimamente tá em todas as confusões. Foi quando bateram na porta dele e ele pediu pra entrar e era minha mãe, ai ela já foi querendo saber o porque estávamos ali e a Ana contou e o Diretor pediu pra esperarmos lá fora e assim fizemos, fomos pro refeitório comprar lanche na lanchonete do colégio e ficamos conversando. Até que vimos a Esté sendo levada pra direção e ficamos esperando pra ver o que tinha resolvido, depois de um tempo fomos chamados lá também. - ...
«1234...8»