1. Dr.ª Arlete, Eu e mais três - 1º de 3 Partes


    Encontro: 30/11/2018, Categorias: Grupal, Autor: ksn57, Fonte: ContoErotico

    Como terá a Dr.ª Arlete, minha Directora, descoberto que fiz um Cruzeiro?Não contei nada disso à Cris, nem a ninguém, minha assistente, também não contou, peguei no Telemóvel e liguei para o Gaspar, o Amigo que fiz no Cruzeiro, cumprimentamo-nos e Eu fiz a pergunta se conhecia a Dr.ª Arlete, coisa que Ele logo disse, não conhecer ninguém aqui da nossa terra, a não ser Eu e Leonor.Continuei, com a pulga na orelha.Falei então com Cris, sobre sua amizade com a Dr.ª, perguntei se essa amizade, dava para Ela a convidar para passarem uns dias em nosso Bungalow, mas sem Mim, é claro.Cris, que não é parva, perguntou o porquê de tal pergunta, e fiquei de lhe contar a razão, quando chegasse ao Bar.Contei-lhe, que tinha ido em um Cruzeiro, não o que lá se passou, é claro, e que a Arlete me tinha feito frente, com isso, depois contei-lhe mais umas coisinhas, tal como Ela, me contou outras coisinhas. Entretanto combinamos, algo muito travesso, que iriamos tentar fazer juntos, com outros Amigos, e tudo ficou em segredo dos Deuses, até Cris, me contar que tinha convidado Arlete, ir passar um fim-de-semana em nosso Bungalow, só Elas as duas.Nessa hora, liguei para meus Amigos de Praia, e contei-lhes algo bom de mais, convidando-os a virem em tal fim-de-semana.Eles ficaram de confirmar, mas logo disseram que vinham, pois o “petisco” parecia ser bom.A coisa se passou assim:- Cris, saiu de manhã de sábado com Arlete, directas à praia, depois foram almoçar na tal Esplanada, onde é hábito irmos, ... seguindo para nosso Bungalow, descansar e arrumar as coisinhas, para à noite irem para a Discoteca ou outra coisa.- Só que ai a meio da tarde, chego Eu, e meus Amigos, como não sabendo que Cris estivesse lá com uma Amiga.Aí, o espanto, quando meto a chave à porta, e esta está aberta.Alto, aqui á assalto, mesmo dentro do Parque?De dentro, ouvimos gritos:- Cristinaaaa, estão a abrir a portaa!Claro que conheci a voz, mas fiz-me de sonso, e entrei, com meus Amigos atrás, Arlete estava de pé frente ao sofá de biquíni, e Cristina vinha dos quartos, também de biquíni.Logo começamos a discutir, Eu e Cris, que não tínhamos dito nada, e que pensávamos que estávamos à vontade.Arlete, que só a conhecia de fatinho, estava uma delícia.Cris, ao ver meus, Amigos logo ficou doida, e disse:- Que ricos Amigos os teus, cheguem-se mais para cá, nós não vos fazemos mal.Pegando logo na mão de Paulo, o puxou mais para junto Dela, virando-se para Arlete disse:- Amiga, olha-me para este Gato, diz lá que não o papavas, todo hen?Arlete: - Amiga porta-te com juízo, não foi para isso, que vim contigo.Entretanto António, ainda estava por trás de Mim, mas já Cris o puxava também, por uma mão e voltou a dizer:- Amiga, esse é um Gato, mas olha-me para este, que está aqui escondido por trás de meu Primo, este é um Gatarrão, olha bem.Foi minha vez de falar:- Espera aí faz favor, nós viemos em Paz, vínhamos para ir para a praia curtir o Sol, e logo à noite logo íamos à caça, no final de contas chegamos a casa, e ...
«1234»