1. A História de Melissa – Capítulo I


    Encontro: 27/11/2018, Categorias: Travestis, Autor: Melissa Diniz, Fonte: ContoEroticoComBr

    Nota da autora: Oie gente! Esse texto já trabalhei nele em outros locais mas como é um projeto meu, resolvi remodelar a Historia da Melissa. Vou publicar a partir de hoje capítulos menores, mais fáceis de ler, retirando alguns problemas de tempo e de continuidade além de expandir a estória. Espero que gostem. Beijus a todos. Capítulo 1 Isso tudo aconteceu a mais de 10 anos, antes de acontecer todo esse temporal de acontecimentos e emoções eu me considerava um nerd. Eu só estudava, adorava estudar química e meu sonho era me tornar um engenheiro químico. Morava com minha mãe Efigênia, meus irmãos Ricardo e Rogério, minha tia Marluce e meu primo Fernando. Minha tia passou a morar com a gente após um acidente que tirou a vida do meu pai e do marido dela. Minha mãe convidou a cunhada para morar com a gente após a perda do seu irmão e do marido, dizendo que éramos todos da mesma família e seria mais fácil curar a dor e dividir as despesas domésticas morando em uma só casa. Isso tudo aconteceu quando eu e meus irmãos tínhamos 3 anos, somos trigêmeos apesar de sermos diferentes um do outro. Quanto eu comecei o segundo grau, equivalente hoje do primeiro ... ano do ensino médio, estava chegando em casa do colégio como de costume para almoçar, tirar o cochilo de 30 a 45 minutos para colocar o corpo no lugar e voltar a estudar, coisa que eu amava fazer e era praticamente a minha rotina diária. Nunca tinha tido qualquer interesse sexual ou afetivo em relação a qualquer pessoa, seja menina ou menino. Minha vida era a escola e minha família. Quando terminei de almoçar fui para o meu quarto tirar a sesta quando senti alguém me agarrando por trás, era meu primo Fernando. Inicialmente achei que era uma brincadeira, mas quando vi já estava nos braços dele sendo beijado na boca, minha primeira reação foi tentar me desvencilhar dos braços dele, mas ele era bem mais forte que eu. Senti a língua dele tentando invadir a minha boca e quando ele conseguiu senti algo que nunca tinha sentido antes, uma sensação de prazer muito gostosa a ponto das minhas pernas terem ficado completamente bambas e acabei me entregando a aquele beijo. Depois que ele terminou de me beijar ele falou. – Rodriguinho, esse beijo eu roubei, mas o próximo eu quero que você peça. Amanhã a gente se encontra de novo aqui e você decide se quer mais.
«1»