1. NOVAS AVENTURAS SEXUAIS - 15


    Encontro: 23/11/2018, Categorias: Fetiches, conto, aventuras, Heterossexual, Autor: Escritos, Fonte: CasadosContos

    Capitulo 15 Paulo saiu do trabalho e foi para loja da mãe de Elena. Ele e Beth tinham que resolver alguns assuntos sobre o casamento do seu irmão com a filha dela. - Oi Duda - Cumprimentou ele, quando entrou na loja - Cadê sua mãe? Vendo Duda parada na sua frente, Paulo se lembrou da noite de orgia na casa do seu irmão, e de como ele beijou a boca de Duda, tirando a roupa dela e a fez chupar seu pau, lembrou de como a fez cavalgar enquanto ele mamava os peitos da mãe dela, e a chamando de putinha fazendo Duda gozar no pau dele, para logo depois enfiar o pau todo gozado na mãe dela. - Oi Paulo, ela esta lá no deposito. Desde que você roubou nosso funcionário o trabalho aumentou - ela se referia ao tempo que o irmão dele trabalhava na loja, agora Beto trabalhava junto com o irmão - Vocês tem coisas do casamento para resolver né? Eu já to fechando aqui, e vou para casa. - Duda, eu e Kadu vamos viajar para a fazenda do meu pai, onde vai ser o casamento dos garotos, para preparar a despedida de solteiro, quer ir com a gente? - Hum... Claro. Vai ser divertido. Depois me passa a data - ela riu - entra, minha mãe ta lá atrás. - ta ok, depois te mando uma mensagem com a data da viagem. Paulo foi para trás do balcão e foi em direção ao deposito. Quando abriu a porta, Beth estava sem blusa, apertando seus peitos e gemendo. Paulo se lembrou de quando Beto disse para ele de como fodia com a sogra no deposito, e pelo jeito Beth também estava lembrando. Beth apertava os biquinhos dos ... peitos, seus gemidos eram baixos e cheios de prazer, seus mamilos estavam ficando duros. Paulo babava vendo Beth se masturbar dentro do deposito, voltou a lembrar de quando teve a oportunidade de foder com ela, na casa do seu irmão, de como Beth ficou de quatro no sofá para receber seu mastro na buceta dela, e a safada ainda aproveitava para chupar o cacete de Kadu. Ele fodeu com muita vontade e gozou dentro dela. Beth colocou a mão dentro da calcinha e começou a brincar com sua buceta, ela usava a mão em movimentos rápidos. Paulo bateu na porta. - Entra - Beth continuou se masturbando, achando que quem entraria seria sua filha ou sem marido. - Paulo?! - ela se assustou quando o viu entrar. - Oi Beth, vim conversar contigo, mas podemos deixar isso para depois. - ele disse se aproximando dela. Beth continuava a enfiar os dedos na buceta, quando Paulo se agachou na frente dela. - impressionante - ele colocou as mãos nas pernas dela. - Ta esperando o que? Ela abriu as pernas, dando uma melhor visão da sua buceta molhada. Paulo passou a mão na buceta e depois colocou na boca, sentindo o gosto dela. Ele levantou e pegou Beth no colo, levando para um sofá velho que estava no canto. Sentou com ela no seu colo. Paulo beijou o pescoço dela e lambeu, e usava as mãos para brincar com os mamilos duros de Beth. - Hum... Isso é tão gostoso. Paulo desceu com a mão ate a buceta de Beth, que escorria, e enfiou os dedos dentro dela. Ele alisava e enfiava, conquistando espaço e arrancando gemidos de ...
«12»