1. Fiquei sozinha em casa no carnaval, Lavrador me comeu – sou Loira Bis...


    Encontro: 18/11/2018, Categorias: Zoofilia, Autor: Juliana_Bi, Fonte: ContoEroticoComBr

    Olá, meu nome é Juliana, tenho 26 anos, sou branquinha, braquinha do bumbum arrebitado, seios medios, sou de tempos, tem datas que sou lesbica, outras bi, emfim a vida é prazer pra mim, claro tudo no maximo sigilo, meu ficando, ou quase namorado, curte zoofilia, vive emprestando seus caes para alegria dos adeptos da prática, no sábado de carnaval marcamos de ficar juntos, fui até a casa dele, ele mora em sitio, eu iria passar três dias, fui toda perfumada, cheirosa, louca de tesão, quando chego lá, ele avisa que não poderia ficar pois tinha marcado com um casal de praticar zoofilia e que não tinha como desmarcar alegando que eu não entendi o que ele tinha dito por telefone, ele pegou seus três cachorros colocou em uma caminhonete e partiu, me deixando de lado depois de muita discussão… Fiquei em casa sozinha, com um cão lavrador terminara de se formar adulto, e com seus avós na casa da frente, eu estava irritadissima, pra completar a casa estava bem suja, como não curto sujeira, comecei a limpar, coloquei uma sala curta (estava sozinha mesmo) e uma mini blusa, em uma determinada hora me ajoelhei para passar pano umido no pe da estante, fiquei de quatro e entrei metade do corpo em baixo da grande estante de madeira maçisa, foi quando o Piter (cão lavrador) veio por trás de mim e começou a me lamber, senti o bafo quente por cima da minha calcinha, toquei ele uma duas vezes, passei no ultimo canto da estante, antes de sair, Piter voltou a me lamber novamente, dessa vez meu ... coração disparou, fiquei quieta com os olhos fechados, de repente bateu um arrependimento um sentimento estanho, novamente toquei o cachorro, levantei e coloquei ele pra fora, fui tomar banho, nao conseguia parar de pensar no Pity, coloquei uma camisa e uma calcinha, abri a porta e deixei o animal entrar, comecei a brincar com ele, estava louca pra ser chupada, imediatamente ele veio e começou a chupar minha menina por cima da calcinha, pescorria toda sua lingua no meu pacote, eu estava tremula, não aguentei e puxei a calcinha do lado, senti sua lingua aspera percorrendo toda minha xaninha, que em segundos ficou molhada, a lingua aspera parecia uma vassoura me chupando no fundo, se delirando com meu liquido, ele me olhava abanando o rabo, eu sabia que ele desejava me comer, abri bem minha buceta com os dedos e deixei ele chupar no fundo, ele enfiou a lingua no fundo, susurrei algo, gemi, parecia uma puta no cio, fiquei de quatro, eu queria aquele cão latejando dentro de mim, ele estava mamando no meu grelo durinho, eu acariciava com a ponta dos dedos sentindo a lingua do cachorro, gozei umas 3 vezes feito uma vadia, ele subiu em mim, senti suas entocadas tentando acertar meu buraco, era enloquecedor, ele puxava minha cintura com força eu deitada na cama, com a cabeça no travesseiro, delirando, eu tentava ajuda-lo a me comer bem gostoso, ele descia, lambia e voltava a tentar, teve uma hora, que acertou meu cuzinho, empurrou um pouquinho mais tirou, eu queria muito esse cachorro ...
«12»