1. Comendo safada atras das cortinas


    Encontro: 08/11/2018, Categorias: Teens, Autor: Chupa com vontade, Fonte: ContoEroticoComBr

    Tinhamos 16 anos quando aconteceu, atras das cortinas de um teatro, o qual estavamos ensaiando para uma peça. Ja tinhamos ficado varias vezes antes, e a safada sempre dizia que sonhava em dar pra mim, e sempre me provocava de todo jeito que conseguia. Gostosa, novinha de apenas 16 anos, ja com peitos enormes, durinhos e deliciosos, e com uma bunda enorme, macia, otima de morder. Neste dia, a professora estava pegando firme com uns atores de uma cena, e eu e ela ficamos livres durante um longo tempo. Quando terminei minha senha, ela, do outro lado do teatro, me olhou com aquela cara safada que só ela sabia fazer, e me chamou com o dedo, indo em direçao ao fundo do teatro, onde era tudo escuro, e ninguem ia. Como estava meio escuro, eu nao enxergava muito bem, mas so senti um empurrão na parede, e consegui ver ela com aquele sorriso safado, passando a mao em meu peito e me beijando. Nao demorou um minuto, e eu ja estava tirando a regata preta que ela estava, ela esfregando a bucetinha o maximo que conseguia no meu pau, ainda com roupa. Virei ela, puxei sua bunda enorme pro meu pau, fui beijando seu pescoço, e ela rebolando aquela bunda deliciona no meu pau, que ja estava saltando pra fora da calça de tao duro que estava. Tirei o sutia dela e comecei a apertar o biquinho dos seus peitos. Que peitos deliciosos, ela jogava a cabeça pra tras e gemia baixinho no meu ouvido, me excitando ainda mais! Depois a virei novamente e cai de boca naqueles peitoes deliciosos. Ela tirou ... minha camisa rapidamente, e enquanto eu lambia e mordia seus peitos ela arranhava minhas costas, louca de tesao! Um tempo depois ela disse que estava na hora dela me dar prazer! Ela foi se abaixando, beijando meu pescoço, meu peito, minha barriga, ate chegar no meu pau. E ia me provocando, beijando e passando a lingua ainda por cima da calça, so pra me ver louco de tesao por ela. Depois ela fpi abaixando devagar minha calça e minha cueca, e quando meu pau saltou pra fora, ficou assustada com o tamanho, mas nao se importou nem um pouco, e agarrou ele com as maos e começou a me tocar, bem devagar, olhando nos meus olhos com a maior carinha de puta. Devagar, ela começou a lamber a cabeça do meu pai, passando a lingua bem devagar, so pra me ver louco, e logo depois, começou a colocar pra dentro. Ela chupava muito gostoso, sua boca macia indo e vindo no meu pau. Depois, coloquei agaixada na parede, e comecei a socar meu pau inteiro dentro da boca dela, ela louca de tesao, gemendo bem baixinho com medo de nos escutarem. Depois de uma longa e deliciosa chupada, ela se levantou e virou pra parede, exibindo aquela deliciosa bunda que a muito tempo eu desejava comer. Fui beijando suas costas, descendo bem devagar. Quando cheguei em sua bunda, dei uma mordida que ela gemeu de dor, mas a safada tinha adorado e me pedia mais Fui abaixando seu shortinho e mordendo sua bunda deliciosa, enquanto ela ia apertando os proprios peitos, louca pra sentir aquela pica quente dentro dela. Tirei seu ...
«12»