1. Clara fazendo massagem tantrica erótca com Marcelo Strause Aguilar


    Encontro: 07/11/2018, Categorias: Massagem, Heterossexual, Autor: Clara, Fonte: CasadosContos

    Fui movida a conhecer a massagem tantrica depois de algums episodios da minha vida. Resumidamente, uma crise de idade que acabou com minha auto-estima, um casamento morno e uma traicao, com um rapaz 16 anos mais novo que me mostrou que eu estava sexualmente viva! O problema é que eu nao queria manter um amante e queria salvar meu casamento Mas essa nova descoberta aflorou minha libido de um jeito que eu nao estava esperando, pesquisei sobre a massagem tantrica, achei um lugar que faz a massagem tradicional. Minha intencao era tentar direcionar e equilibrar essa energia sexual que era nova pra mim. Fiz duas sessoes dessa massagem tradicional, sem sexo, escolhi um terapeuta masculino pq preferia a energia masculina, e foi incrivel, nao vou mentir, tive orgasmos intensos ja na primeira sessão e ao contratio do que imaginei, só aumentou meu tesao e eu queria mais! Mais do que uma massagem tantrica tradicional podia oferecer. Continuei pesquisando e achei o Marcelo Strause Aguilar num blog, vi que ele oferecia esse mais que eu procurava, me empolguei com a ideia, pois se a tradicional era boa, imagina a que ele oferecia?! Li varios depoimentos e fiquei excita e curiosa, me masturbei muitas vezes lendo. Resolvi entrar em contato com ele e logo de inicio ele me deixou tao a vontade que mandei fotos super ousadas, mandei ate video me tocando, coisa que nunca havia feito, e ele me estimulava a falar, me chamava de gostosa, pedia pra ser mais puta! Nossa, fui ficando louca e descobri ... meu lado exibicionista. Nao foi facil conseguir uma data, só na terceira tentativa deu certo. Marcamos no shopping e ele me buscou de carro na porta. Confesso que estava nervosa, afinal enquanto estamos no anonimato é mais facil. Enfim, ele é um cara cheiroso, bem vestido, inteligente, discreto, que inspira confianca. Conversamos como se nos conhecessemos a muito tempo. Chegando ao Motel ele me deu instrucoes , colocou uma musica, e foi se preparar. Deitei de costas com a bunda empinada sobre dois travesseiros e as pernas abertas, fechei os olhos e resolvi que faria o que tivesse vontade Ele se aproximou e comecou com um pena e depois com os dedos suavemente, me arrepiando toda, desde a cabeça, passando pela nuca, costas, cintura, bunda... Ate que vai pra buceta e capricha, capricha mesmo, toques suaves no clitoris e depois mais intensos, me penetrou com os dedos, depois enfiou um dedo no cuzinho. Só sei que ele mexeu, mexeu e achou o tal ponto G e dai eu nao ouvia mais nada e nem lembrava mais onde estava, só me contorcia de prazer ate gozar forte, gemendo alto. Raramente tenho orgasmos vaginais, achei isso incrivel e delicioso. gozei mais 2 vezes ainda de costas com ele me tocando nesse ponto, nao achei que seria assim, foi surpeendente! Entao ele me pede pra virar de frente... hahaha, eu nao conseguia, estava derrotada, ele precisou ajudar e rinos disso De frente retoma o corpo todo, jogando oleo, concentrando de novo na buceta, curtindo mesmo, vc ve na cara dele que ele ...
«12»