1. sexo incrível com minha namor


    Encontro: 07/11/2018, Categorias: Teens, Autor: Amand.1245, Fonte: ContoEroticoComBr

    Olá, me chamo VINICIUS e namoro a 11 meses com KARLA, uma ninfetinha de 17 aninhos espetácular. Minha namorada é maravilhosa, 158cm de altura, se cuida MUITO, maquiagem, academia, pesa uns 58kg, peitos e bunda maravilhosos, umas coxas grossas inacreditáveis, nos amamos muito e ela adora sexo, de todas as formas possíveis, realizamos várias fantasias maravilhosas juntos sempre que transamos. Essa que vou contar aconteceu nesse fim de semana. Toda sexta-feira eu vou pra casa dela, dormimos juntos a algum tempo, e nessa dia eu estava sentindo um tesão que não sentia a algum tempo, não sei o motivo, mas estava. Sai do trabalho, cheguei em casa, fui para a academia, tomei um banho e me dirigi a casa de KARLA, chegando lá ela me abre o portão com um short soltinho que ela usa pra dormir e que deixa as pernas bem a mostra, uma camisetinha branca soltinha com soutien branco listradinho, coisa mais gostosa, me recebe com um beijo molhado enquanto me aperta a cintura com força, entramos e começamos a conversar, subimos para o quarto para nos preparar para “dormir”. Nos deitamos e começamos a nos acariciar, começo a beija-la, bem devagar porém com força, seguro o cabelo dela e desço pro pescoço, lambendo as costas, barriga…entro com a mão pela camiseta e sinto aquela pele macia inconfundível que minha namorada possui, subo um pouco e toco seus peitos sobre o bojo do soutien, ela tem peitos medios que são admiráveis, enchem a mão, apertei gostosamente, tirei a mão de dentro da blusa, ... puxei a gola da camiseta e comecei a chupar um dos seus peitos enquanto apertava o outro com vontade, sentir o gostinho da pele dela na minha boca é algo inacreditável. Comecei a descer a mão enquanto beijava aquela boca, como ela beija bem… nesse momento ela estava deitada e eu inclinado por cima dela, enquanto firmava a cabeça com a mão direita e a beijava, fui descendo com a esquerda até sentir o tecido macio daquele shortinho, comecei a passar a mão sobre ele, desci para uma das coxas, macia, gostosa de pegar…eu apertava, tocava a parte interna da perna, ela dava pequenos gemidinhos no meu ouvido, maravilhosos de ouvir…mas naquele dia eu estava disposto a faze-la sofrer um pouquinho até poder realmente ter sexo de verdade. Subi a mão novamente do shortinho e comecei a brincar com a sua bucetinha sobre ele, macia, gostosa de brincar, nesse momento eu sinto sua mãozinha pequena e macia tocando meu pau sobre a bermuda, instantaneamente retirei sua mão dali e falei “hoje vai ser do meu jeito!”. A virei de quatro e tirei sua blusinha, aquele soutien lindo com lacinho segurando aqueles peitos maravilhosos, tirei minha camiseta e joguei-a num canto, peguei uma toalha que tinha sobre uma cadeira do quarto e fui na sua direção, ela sem entender o que estava acontecendo fez uma cara de questionamento, mas estava com tesão e nem perguntou, enrolei a toalha em volta dos seus olhos, a pus de quatro, peguei sua camiseta que era fininha, colei sua cabecinha no travesseiro, puxei suas mãos ...
«123»