1. A tímida Cinthia


    Encontro: 07/11/2018, Categorias: Casual, Heterossexual, Autor: Moreno Sedutor, Fonte: CasadosContos

    Olhos grandes, negros, brilhantes. Morena de rosto ovalado e estatura mediana – seios medianos e uma anca arrebitada, ainda que pequena. Dona de um sorriso econômico, sempre de rosto fechado, tudo nela é controlado. Não chega a ser alguém que os homens dediquem maiores atenções, ainda que nos detalhes seja apreciável – talvez porque a moça não dê muita atenção no vestir, no produzir como outras. Se fizesse as atenções lhe seriam maiores, certeza. A timidez é o seu traço mais marcante. Teve relacionamentos, mas nenhum foi pra frente, Cinthia tem o poder de atrair os piores homens, ouvi dizer que mais de um lhe traiu, o que deve ter reforçado o seu comportamento desconfiado, reservado. Mesmo assim da minha parte sempre senti atraído ainda que não passasse de simples desejo, tentei algumas investidas, mas ela nunca deu margem para uma aproximação. Entendi que não queria e resolvi não ir além, mesmo porque haviam outras mais disponíveis e eu não sou dos mais atirados. Qual não foi a minha surpresa, certo dia indo ao cinema, quando encontro justamente Tininha, (é o apelido que as amigas lhe deram), em frente ao cinema estava acompanhada de um homem que eu não conhecia. Havia na sua expressão uma ansiedade, um desconforto, parecia aflita. Ao me ver abriu um sorriso largo, como alguém que encontra um amigo há muito sumido, (o que não era o caso), ou então uma tábua de salvação, (foi mais isso o que viu quando cheguei). - Túlio!! Demorou, tava achando até que não vinha. Não me ... chamo Túlio, meu nome é Elias!! Nervosa ela me segura a mão, percebo trêmula, suada a sua palma. No olhar há uma suplica, um pedido de socorro!! Entendo... Ela me dá um beijo rápido, só os lábios se encostam um instante. - Tá vendo, chegou!! Fala num riso forçado para o rapaz com cara de poucos amigos. Vejo que ele está desconfiado, percebe que há algo errado, só não tem certeza. - Vamos, já comprei as entradas. Ela mostra o bilhete e um sorriso de alívio, saímos e o rapaz fica com a cara amarrada e um sorriso cínico, foi o máximo que vi antes de levar um puxão de Tininha que me pegava pelo braço. - Que foi, ele tava te incomodando? Não conhece o cara? - Nunca vi mais gordo, começou na fila falando umas gracinhas, perguntando qual o filme eu ia se podia comprar na poltrona ao lado – vi logo que era um chato. - E porque comprou duas entradas? Vai mesmo encontrar alguém? - Não, falei que estava acompanhada, que o namorado ia chegar. - E o nome dele era Túlio? Ela balança um sim. - Bom, posso ir parece que o rapaz já foi embora. - Ia assistir que filme? - Eu? Star Wars... - Comprei pro Extraordinário, quer entrar? Fala com o olhar de suplica.., entendo, mas fico num conflito – não fui ali ver isso... - Por favor, vai. Tô com medo, e se ele resolver entrar? - Tá bom, vamos. Melhor com uma boa companhia. É a primeira vez que lhe vejo num sorriso espontâneo, lindo. Ficou lisonjeada, não esperava... Tenho a impressão. ... Bocejo, o filme até que pretende a atenção, mas é meio água com ...
«1234»