1. O Príncipe do Tráfico - RD Cap 8


    Encontro: 04/11/2018, Categorias: traficante, Amor / Romance, Gays / Homossexual, Autor: contosdeumleitor, Fonte: CasadosContos

    Esquecer o passado, é como deletar uma parte da sua vida. Nem sempre conseguimos deixar pra trás, mas sempre tentamos esquecer o que nos machuca. Nada será igual... Viver talvez seja mais difícil do que pensamos ser. Havia passado semanas, e não tinha nenhuma noticia dos irmãos. Eu sei que deveria seguir em frente, mas ainda tinha algo que me conectava com o Ricardo. Foi o unico momento em que senti algo tão próprio. Por mais que fossem parecidos, tinha uma grande noção de diferença entre eles. O Ricardo era o homem que eu relamente amava e não queria perdê-lo. Fui em busca de um trabalho, e logo conseguir encontrar um, com ajuda de conhecidos. Eu iria abrir mão de tudo, mesmo sentindo um vazio no peito. Comecei a trabalhar em uma agência de advocacia, onde fazia arquivamentos de processos, entre outras coisas na área. Foi quando descobrir um gostar na área de Direito. Talvez estivesse arriscando, mas não iria deixar de tentar. Meu foco era passar no vestibular para poder ingressar na faculdade. Nossa, foi o momento mais difícil da minha vida. Era tudo corrido e não havia tempo pra mais nada. Eu só queria chegar em casa e dormir. Finalmente depois de um tempo focado nessa nova etapa que gostaria de iniciar em minha vida, eu passei, e ingressei na faculdade de Direito. Gente, era a coisa mais incrível que tinha acontecido... Estava em um caminho que nunca havia pensado em seguir. Só faltava uma coisa. Voltar a morar sozinho. Tive que voltar ao hospital algumas vezes, para ... poder fazer alguns exames de avaliação. Digo que tentei não me bater com o Ricardo, mais foi difícil... Em um quinta-feira ao descer o elevador, me bate de frente com ele. Ricardo – Yuri... Yuri – Oi, desculpa! Estou um pouco atrasado pro trabalho... Ricardo – Posso te levar se quiser. Yuri – Não precisa. Tenho que ir; até mais. Ricardo não se deu por convencido, e veio atrás de mim. Ricardo – Ei, espera. Vamos conversar, eu preciso falar com você. Yuri – Infelizmente não vai dar. Eu realmente preciso ir. Ricardo me pegou pelo braço, e me puxou até encostar em um carro. Ele ficou de frente comigo, impedindo minha passagem. Ricardo – Olha pra mim. Precisamos conversar, e você sabe disso. Eu sei que você não quer olhar na minha cara mais, mas precisamos ter essa conversa. Yuri – Eu sei o que fez quando estava inconsciente, sou muito grato por isso. Mas a unica coisa que quero nesse momento é focar no meu futuro. Não me importa o que você tem pra mim dizer, eu não quero sab... (Ricardo me beijou, me impedindo de falar.) Nesse momento, empurrei ele e dei um tapa em sua face. Eu – Não toca mais em mim... Você perdeu esse direito naquela manhã de terça- feira. Você está em um relacionamento, e não vai ser eu que irá destruir ele. Agora, por favor! Sai da minha frente. Ricardo – Eu gosto de você Yuri. Eu nunca imaginei que meu irmão faria o que fez.Nunca iria deixar alguém machucá-lo... Eu – Você já deixou Ricardo... Sair sem olhar pra trás... Meus olhos se alagaram em meio as lágrimas ...
«12»