1. Parte I - Valéria: nossa Crente Judia e grande amor! - Capítulo Quinze (Re-editado)


    Encontro: 01/11/2018, Categorias: sobrenatural, espiritualidade, Anal, Mãe, primeiro orgasmo, Primeiro Amor / Romance, Teens, Família, superação, Gravidez, casamento, Virgem, Iniciação, Incesto, Heterossexual, Autor: Noah, Fonte: CasadosContos

    POR FAVOR, COMENTEM! Parte I - Valéria: nossa Crente Judia e grande amor! Trimmmmmmmmmmmmmmmmmm! Ok, final da aula e hora da merenda! O colégio Marista fornecia duas refeições por dia, basicamente arroz, feijão e carne moída - e tenho certeza que vi "coisas" moídas juntas - e macarronada com, lógico, carne moída de novo e umas pernas e braços duvidosos de frango. Confesso que não saberia dizer se o tal frango era frango mesmo ou carne de cachorro picada, que já tinha comido as duas coisas e tinham lá suas similaridades! Rs... Estava vivendo maritalmente com minha mãe há algum tempo e eu saciava meu corpo grande, muito desenvolvido e peludo em seu corpo branco, lindo, cheio de curvas e tão molhado! Meus momentos com ela eram incríveis e eu me sentia no paraíso ao galar minha mãe profundamente e sentir seus orgasmos durante nosso sexo! Seus olhos verdes me procuravam enquanto eu a enchia. Eram olhos vermelhos do esforço e do arrombamento que sempre lhe causava chôro e prazer, e sentia meus jatos sendo colocados no cólo daquele útero que me gerou! Eu mantinha os meus olhos cinzas nos seus verdes enquanto a estocava e a galava. Ela sempre falava: - "Tu já eras muito maior que teu pai ainda guri e não páras de crescer. Já tens quase 1.95m e teu membro fica cada vez mais comprido e grosso. Não dá tempo de meu corpo se adaptar ao teu, filho. Tu és muito grande amor e parece que perco a virgindade toda vez que tu me buscas para saciar tua vontade... Tu és como teu avô Italiano ... filho. Minha avó falava as mesmas coisas sobre ele e ele tinha 2.05m. Tu vais ser mais alto que ele amor e tens que ir com carinho nas fêmeas que possuíres, pois tu és muito grande e podes ferir muito se não fores cuidadoso e carinhoso." - "Lembra sempre que és muito grande e forte e podes ferir muito, sem ao menos sentir ou querer amor... Lembra da tua força e poder mas, principalmente, lembras do que teu avô falava. Homem poderoso não é aquele que se prevalece da força contra todos para sua própria auto-afirmação, mas a usa para proteção dos outros, para fazer justiça, para ter uma mesa grande e farta ao invéz de pessoas com medo ou muros altos!" - "Sejas homem sempre, filho! Tu és homem e macho muito melhor que teu pai ou teu avô, do que todos os teus irmãos! Muito maior e mais forte que todos eles! Usa tua força sempre para bem e tua imensa moral para justiça. Teu coração é o mais bondoso e amigo que eu ví em toda a minha vida! Usas teu imenso corpo e tua força combinados com o amor de teu coração e a justiça da tua razão!". - "Eu te amo muito, Noah! Como filho! Como meu homem! Ser tua mãe e mulher me fez realizar o sonho que eu tinha para meu casamento, amor... Tu és, ages e fazes o que eu sonhei para meu esposo, em todos os sentidos possíveis... Eu te amo demais, filho! Sejas sempre este gigante poderoso pela força do amor que teu coração tem!" Eu sorria para ela! A pegava, beijava seus olhos, sua boca e a possúia novamente, com carinho e sem machucá-la muito, até enchê-la ...
«1234...27»