1. O oral da novinha virgem no porta malas do carro


    Encontro: 28/10/2018, Categorias: Virgem, Autor: alexandresousa3, Fonte: ContoEroticoComBr

    Na quela manhã acordei com muito tesão por causa do ocorrido na noite anterior, no modo que minha nmorada havia dado boa noite pra mim. CASO NÃO TENHA LIDO O MEU CONTO ANTERIOR SOBRE ESSE BOA NOITE RECOMENTO QUE LEIA O MEU OUTRO RELADO *O ORAL DA NOVINHA NA SALA COM OS PAIS NO QUARTO* Acordei com ela passando a mão no meu peito e me chamando pra tomarmos café da manhã, me levantei fui lavar o rosto e depois fomos todos pra fora na varanda da casa onde a mesa estava posta, meu sogro ja havia saido com as sobrinhas dela pra irem no clube, somente eu minha namorada e a irmã do meio dela estavamos em casa pois a mais velha tinha ido devolta pra casa pra trabalhar como eu havia dito no outro conto. Tomamos café e ela pediu a chave do carro da irmã pra colocar um CD que ela gostava pra poder ouvir ja que na casa não havia radio, depois de uns minutos ela me chamou e fomos pro carro, uma amiga dela vizinha veio e ficamos nos tres conversando sentados no porta malas do carro dela, a irmã e a mãe dela viram a amiga dela ali então ficaram despreocupadas, mas para nossa alegria ela ficou só cinco minutos e disse que ia na cidade comprar um tenis novo e estava super animada pra isso. Assim que ela saiu falei pra minha namorada que havia adorado o boa noite que ela havia me dado e que havia acordado exitado dimais ela me olhou e ja segurou na minha rola apertando ela e disse que teriamos que dar um jeito nisso e comeÇou a me masturbar ali mesmo. Era arriscado pois o Carro estava virado ... de frente pra casa, mas o portão estava aberto e a qualquer momento alguem poderia passar na rua e nos ver mas, isso não a impediu o tesão estava mais alto e ela tratou de se ajeitar ficando de lado e meio espremida dentro do porta malas deitadameio de lado e me chupando gostoso, ouviamos o som do carro tocar e os estalos das suas chupadas que me deixavam louco cada vez mais, se fosse com uma garota mais velha com certeza teria comido ela ali mesmo, mas Nâo podia fazer isso com ela e nem queria comer ela sem que ela quisesse me dar e como prometido a ela, nunca iria forÇar ela a nada, quando ela estivesse pronta ela iria me falar e eu daria um jeito de tirar a virgindade dela. Enfim ela me chupou por quase quarenta minutos e pra nossa sorte ninguem passou na rua nem ninguem na casa desconfiou de nada, ela me chupava e eu segurava seus peitos passando os dedos nos bicos de seus seios que estavam duros dimais provando que ela estava exitada tambem com a cituaÇao. Depois de quarenta minutos eu acabei gosando em sua boca e ela como de costume engoliu me dizendo que não podia desperdiÇar uma gota daquele leite pois aquilo era um alimento que ela adorava. Durante o resto da viagem não tivemos mais oportunidade de fazermos mais nada pois como a irmã dela tinha ido embora eu havia ido pro quarto onde as sobrinhas dela estavam dormindo em um beliche, deixando o outro beliche pra mim. Sò fomos ter outra pegaÇAo quando voltamos pra casa onde como de costume ela me chupou na escada mais ...
«12»